Conheça a história do artista plástico Luis Martins

 

TEXTO: Oswaldo Faustino | FOTO: Rafael Cusato | Adaptação web: David Pereira

O artista brasileiro Luis Martins | FOTO: Rafael Cusato

O artista brasileiro Luis Martins | FOTO: Rafael Cusato

Luis Martins não gosta de dizer que é um artista plástico, termo muito amplo para designar o que faz. “Sou um escultor, desenhista e gravador, apesar de já ter pintado e feito outras coisas. Acho que essas funções das artes plásticas representam melhor o que faço.” Luis chegou a São Paulo quando tinha 17 anos, vindo de Machacalis, cidadezinha das Minas Gerais. Trabalhou com um pouco de tudo e teve a sorte de ter contato com outros artistas plásticos como Zélio Alves, de quem foi assistente. “Sou autodidata, apesar de ter feitos alguns cursos. Minha arte foi sedimentada nas observações, pesquisas e nas minhas experimentações de artesão. Aprendi fazendo, lendo e pesquisando”, explica. O artista já fez várias exposições individuais no Brasil, como a que realizou no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) e na Caixa Cultural de São Paulo. Também já expôs em alguns países da Europa, como Dinamarca e Áustria. Em Viena, Luiz Martins encontrou o lugar ideal para divulgar suas obras. “A Europa tem várias culturas e esse choque cultural te ajuda a reciclar a tua obra e te mostra outros caminhos para tua arte”.

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 170.

Comentários

Comentários