Revista Raça

Capa

A cultura afro estará em alta nos próximos dias em Maringá.

  • Autor: redação redação

  • Publicado em: 25/10/2018

  • Comentários:

Não é de hoje que o programa Encontro convida celebridades para debater questões sobre representatividade. Na quarta (24), a boa intenção do programa matutino da Globo não terminou bem. Depois de uma pergunta de Fátima Bernardes para a atriz Jennifer Dias, houve uma certa saia justa provocada por um comentário do ator Marcelo Médici, que também foi convidado para participar da atração.

Fátima disse que Jennifer sofreu situações de racismo quando era criança. Ela lembrou um caso específico:

– Quando eu era mais nova, eu tinha o cabelo liso. Usava megahair até a cintura – explicou Jennifer, que faz parte do elenco da novela Malhação.

Neste momento, ela foi interrompida por Marcelo:

– Todo mundo, amor. Mas aí é moda – ele disse.

– É moda mais ou menos – ela respondeu.

– É moda – ele continuou.

Fátima, então, decidiu intervir na conversa e dar uma resposta para o impasse:

– Pra mim é moda deixar o cabelo liso. Mas pra ela não seria uma questão de autoaceitação? – ela perguntou.

Marcelo, no entanto, seguiu irredutível:

– É moda – disse – Mas eu não posso falar porque você vai falar melhor que eu.

Jennifer tentou explicar melhor o caso:

– É questão de autoaceitação, sim, porque eu não me sentia representada. Eu olhava a revista e só via mulheres loiras. Eu achava bonito ter cabelo liso – disse.

O cantor Paulo Ricardo, que estava no palco, decidiu polemizar:

– A Naomi Campbell sempre teve cabelo liso – disse.

– Mas aqui no Brasil eu morava numa comunidade em Niterói. Eu abria a revista e não tinha nenhuma negra. Na televisão também não – ela respondeu.

– E hoje é justamente o contrário – completou Fátima.

– Eu faço Malhação agora e muita gente fala sobre racismo – a atriz continuou.

Fonte:Veja São Paulo

Comentários

Comentários