A obra A Floresta Sagrada de Ossaim é resultado de uma grande pesquisa sobre os vegetais no candomblé

 

Texto: Denise Pires | Foto: Divulgação

A Floresta Sagrada de Ossaim | Foto: Divulgação

A Floresta Sagrada de Ossaim | Foto: Divulgação

Também da Pallas Editora, este livro é o produto ­final de uma reflexão sobre o uso de vegetais nas casas de candomblé, que começou no início dos anos 80, com a­ finalidade principal de atender às exigências do programa de pós-graduação da Universidade de São Paulo. Os resultados da primeira pesquisa, realizada na Bahia entre 1981 e 1982, foram publicados no livro O segredo das folhas - sistema de classi­ficação de vegetais no candomblé jeje-nagô do Brasil (1993). O material da segunda pesquisa, realizada no Estado do Rio de Janeiro, entre 1997 e 1998, foi parcialmente publicado, em coautoria com Eduardo Napoleão, pela editora Bertrand Brasil (1999), sob o título Ewé Òrìsà - uso litúrgico e terapêutico dos vegetais nas casas de candomblé jeje-nagô. A floresta sagrada de Ossaim procura ampliar a reflexão produzida nestas duas publicações, além de sintetizar as informações discutidas em vários artigos publicados pelo autor, no Brasil e em revistas especializadas internacionais.

 

Quer ver essa e outras reportagens da revista? Compre essa edição número 163

Comentários

Comentários