Revista Raça

Capa

Amigo de Trump e Kim, ex-astro da NBA é preso nos EUA

  • Autor: hamalli

  • Publicado em: 18/01/2018

  • Comentários:

Kim Jong-un conversa com Dennis Rodman - AP

Amigo do presidente americano Donald Trump e do ditador norte-coreano Kim Jong-un, o ex-astro da NBA Dennis Rodman pode ver frustrados os seus planos de servir como enviado de paz na crise nuclear. O americano foi preso por dirigir embriagado em Newport Beach, no estado americano da Califórnia. Ele estava sob liberdade condicional por ter causado um acidente de trânsito e fugido do local no ano passado.

Rodman dirigia de forma suspeita por Newport Beach quando policiais ordenaram que ele parasse. O jogador de basquete aposentado realizou um teste de alcoolemia que atestou a embriaguez. Ele foi algemado e levado a um delegacia da região. Só foi liberado sete horas depois, já sóbrio.

De acordo com o "TMZ", o astro cooperou com as autoridades. Rodman já havia sido detido por dirigir sob influência de substâncias em 1999. Ao portal americano, um representante explicou que o americano luta contra o alcoolismo há 15 anos e que ele passa, no momento, por "difíceis problemas pessoais".

No fim do ano passado, o americano pediu para ser enviado de paz em função do bom relacionamento com Donald Trump e com Kim Jong-un — rivais em uma batalha retórica que assustou o mundo pelo poderio nuclear das nações.


Em julho do ano passado, Rodman fechou um acordo com a Justiça em liberdade condicional. Ele havia provocado um acidente no condado de Orange, na Califórnia, ao dirigir na contramão, bater contra um carro e fugir da cena da colisão. Na ocasião, a ex-extrela da NBA conseguiu escapar de dois anos de prisão com o acordo, que condicionava a sua liberdade à ausência de ocorrências policiais no período de três anos.

Segundo o "TMZ", o americano pode ter a condicional revogada e ser mandado para a prisão pelos dois anos da condenação anterior, acrescidos pelo tempo de detenção pela condução embriagado.

Comentários

Comentários