Revista Raça

Capa

Ator mirim JP Rufino é alvo de racismo em rede social: 'Me calar, jamais'

  • Autor: hamalli

  • Publicado em: 19/02/2018

  • Comentários:

Ator de 15 anos sofreu insultos racistas em uma transmissão ao vivo

O ator JP Rufino, de 15 anos, é a nova vítima de racismo nas redes sociais. Durante uma transmissão ao vivo em seu Instagram neste Carnaval, ele recebeu comentários agressivos de internautas, mas fez questão de se defender.

"E durante sua transmissão ao vivo, do nada você recebe esse e por mim inabalável comentário, já que sou muito bem resolvido e bem preparado para qualquer tipo que seja a espécie de críticas ou 'maldades'", escreveu o ator, que fez "prints" da imagem onde o perfil de um homem dizia as mensagens "eca" e "macaco sambando".

"Primeiro: por ter sido educado a respeitar o próximo. Segundo: por ter sido educado a aceitar opinião alheia. Terceiro: por acreditar que existem e (muitas!!!) Pessoas do bem. Quarto: por ter a certeza que sou cercado pela grande maioria delas (pessoas do bem!!!). Quinto: por ter como princípios não agredir e nem denegrir ninguém. Sexto: por saber diferenciar o que é o bem! Sétimo: por não compactuar com o que é errado. Oitavo: por não acreditar que em meio de uma luta por um mundo melhor, ainda possam existir e insistir nesse tipo desnecessário de comparações e agressões. Nono: que não tenho nada contra o macaco e nem vejo motivos para tal graça. E por último... Que não poderia me calar...Deixar passar... tamanha falta de noção. Com todo respeito à sua pessoa...Mesmo com a sua falta de respeito à minha: Desnecessária e infeliz colocação. #SemMimimi  #RACISMOÉCRIME  #MECALARJAMAIS", escreveu o ator.

Fãs de JP, que estará no elenco de "Orgulho e Paixão", nova novela das 18h da Globo, o defenderam e mandaram várias mensagens de apoio. Algumas pessoas também chegaram a entrar no perfil que o atacou e mandar mensagens em tom de lição de moral, como "racistas não passarão" e "espero que você aprenda a ser uma pessoa melhor".

ARTISTAS CONTRA O RACISMO

Taís Araújo, Lázaro Ramos, Glória Maria, Ludmilla, Maju Coutinho, Thiaguinho e até a bebê Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, foram recentemente vítimas de comentários racistas na internet. A lista só cresce. Mas no esforço de tentar conscientizar a população contra o racismo, os artistas estão cada vez mais se manifestando contra os ataques e inclusive tomando medidas judiciais.

Neste domingo (18), outra vítima de racismo foi a funkeira mais querida do momento, MC Loma, também de 15 anos. Um perfil a chamou de "macaca" e também recebeu uma resposta à altura da funkeira.

Comentários

Comentários