Revista Raça

Capa

Carol Barreto integra exposição internacional no Rio de Janeiro.

  • Autor: hamalli

  • Publicado em: 09/11/2018

  • Comentários:

A obra ‘Coleção Asè’, da artista e ativista baiana Carol Barreto entre fase de circulação nacional na exposição Ecos do Atlântico Sul, que acontece entre os dias 10 de novembro de 2018 e 12 de dezembro de 2018, no Museu da Liberdade e da Escravidão/ Secretaria Municipal de Cultura, no Rio de Janeiro. Uma realização do Goethe-Institut, responsável pela difusão da língua alemã no mundo e pelo fomento às parcerias culturais internacionais. A exposição teve a sua primeira edição em Salvador – BA em abril desse ano, e agora segue para o Rio de Janeiro e no início de 2019 acontece na Galeria Pivô em São Paulo.

A exposição Coletiva “Ecos do Atlântico Sul”, com curadoria de Ines Linke e Uriel Bezerra, reúne vídeos, fotografias, objetos, serigrafias, esculturas sonoras, cartazes e performances de um grupo internacional de 15 artistas/coletivos que, por meio de seus trabalhos, comentam as relações complexas entre os países que compõem o Atlântico Sul:

“ Cada artista compõe uma espécie de “história alternativa” que desafia a historiografia coletiva. Em seus trabalhos, os artistas examinam trocas, investigam relações, diluem localizações geográficas, destacando suas ressonâncias no tempo presente. As perspectivas individuais, implícitas em imagens, sonoridades, documentos, vestígios, instrumentos e peças, ecoam as histórias coloniais e pós-coloniais, as diásporas, migrações globais e processos transculturais. ” (Ines Linke e Uriel Bezerra)

Importantes nomes como o artista sonoro nigeriano Emeka Ogboh, os brasileiros Ayrson Heráclito e Camila Sposati, o fotógrafo nigeriano Akinbode Akinbiyi, o artista AfroCyberPunk Jonathan Dotse, dentre outros, além do trabalho “Cayendo a la Periferia” uma colaboração de Ana Milena Garzón (Colômbia), Yolanda Chois (Colômbia) e Audu Salisu (Gana) integram a mostra. Carol Barreto participa com seu trabalho “Coleção Asè”, que relaciona moda e ativismo político. Em destaque, está a peça Inaê, uma saia de confecção artesanal adornada com bordado Richelieu, construída com uma colcha de cama que integrou o enxoval do casamento de seus avós na década de 1950 e a projeção de um vídeo de Edgar Azevedo e Helemozão. A obra nasce da rica tradição da técnica têxtil do Nordeste do Brasil transformadas no trabalho da artista em poesia e ferramenta de luta antirracista.

 “A obra Coleção Asè nasce com inspiração nas marcas da afrobrasilidade, sob o impacto do retorno de uma mulher negra baiana à Angola, terra de onde saíram nossos ancestrais. Uma homenagem às Iyalorixás, Mestras da Jurema, Umbanda, Xangôs do Nordeste, Candomblés de Caboclo... Mulheres negras que nos espaços religiosos têm garantido o nosso protagonismo e autonomia, diferentemente do lugar de subalternidade que muitas ocupamos cotidianamente e que nos impõe a luta constante contra o racismo. Na leveza da espiritualidade, transformando a luta em força, Asè emana Luz, energia vital e beleza!” (diz Carol Barreto)

A obra Coleção Asè, que tem curadoria de Juci Reis (Flotar Programa – Harmonipan Studio), já circulou internacionalmente nas cidades de Luanda – AG, Nova York – EUA, Cidade do México – MEX, Salvador – BA e Williamsburg, Virgínia (EUA), em forma de desfile, performance, audiovisual e instalação. O trabalho inspirou o premiado artista britânico Isaac Julien, cuja trajetória se inicia com o cinema e nos últimos anos tem se voltado também ao espaço de exposições de artes visuais com propostas de instalações audiovisuais nos maiores museus do mundo. Dividindo espaço na mesma exposição em Salvador-BA, Isaac Julien a convidou para assinar a criação do figurino do seu novo filme “The Gost of Lina Bo Bardi”, que foi produzido em Salvador - BA e São Paulo - SP no início desse ano, contando Fernanda Montenegro e Fernanda Torres como protagonistas, com participação central do Balé Folclórico da Bahia e elenco de atores baianos.

Photo by Taylla de Paula

 

Photo by Taylla de Paula

 

Photo by Taylla de Paula

Comentários

Comentários