Revista Raça

Capa

Casos de injúria racial no DF aumentam 3,5% em 2018

  • Autor: redação redação

  • Publicado em: 10/09/2018

  • Comentários:

Os registros de injúria racial no Distrito Federal cresceram 3,5% entre janeiro e julho de 2018, em comparação com o mesmo período do ano passado. O número de casos subiu de 204 para 211. Em média, um crime por dia.

Muitas vítimas não se sentem à vontade para relatar casos de injúria na delegacia. Por causa disso, as ocorrências também podem ser feitas pela internet

"O que a gente percebe é que as pessoas têm dificuldade até de se dirigirem à delegacia para registrar a ocorrência. Elas se sentem muito expostas", diz o delegado Lúcio Valente, chefe de comunicação da Polícia Civil.

No site do Ministério Público, estão relatados casos de injúria, sem identificar as vítimas.

Um deles é o registro de uma mãe que tentou embarcar a filha no ônibus e foi chamada de "macaca" pela cobradora na frente da menina de 9 anos e dos outros passageiros.

Em outro, uma motorista xingou policiais militares que a abordaram depois de ela ter batido o carro em uma moto. Ela chamou um dos PMs de "negro safado" e "negro pobre".

Apesar do aumento da injúria racial, os casos de injúria por causa de preconceiro por sexo e gênero caíram 28,8% dos sete primeiros meses de 2017 para os deste ano: de 73 ocorrências para 52.

O conceito de injúria racial está previsto no Código Penal. O crime consiste em ofender a honra de alguém valendo-se de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem.

Fonte :  G1

Comentários

Comentários