O livro Filhos de Olorum é uma coletânea de contos e cantos do candomblé

 

Texto: Denise Pires | Foto: Divulgação

Filhos de Olorum | Fotos: Divulgação

Filhos de Olorum | Fotos: Divulgação

Olorum, a origem de tudo, criou o mundo. Muito tempo depois, os filhos de Obá, Xangô e tantos outros orixás foram trazidos da África para o Brasil. E os orixás vieram com eles. Aqui encontraram novas moradas: Abaeté, Itapoã, Itaparica... Florestas, rios, montanhas... Aqui encontraram novos­ filhos: Manoel Cabelinho, Mestre Didi, Neusa da Matamba, Mestre João...

Um dia, um paulista foi para a Bahia. E encontrou os orixás, e os ­filhos dos orixás, e por eles foi encantado. E ouviu histórias, e quis contá-las. E assim nasceram os contos que formam a obra Filhos de Olorum, contos e cantos do candomblé, de Raul Longo, lançamento da Pallas Editora.

 

Quer ver essa e outras reportagens da revista? Compre essa edição número 164

Comentários

Comentários