Ele conseguiu. De novo. Lewis Hamilton acaba de consagrar-se Campeão Mundial da temporada 2017 de F1, ao conquistar a nona posição no Grande Prêmio do México. Com esse resultado, Hamilton torna-se o primeiro piloto negro tetracampeão da história da Fórmula 1. É mais um marco na carreira deste inglês, que aos 32 anos já entrou para a História por seu pioneirismo. Já em 2007, ano de sua estreia na F1, ele tornou-se o primeiro piloto negro a vencer um GP na categoria, após sua vitória no GP do Canadá daquela temporada.

No ano seguinte, seria a vez de conquistar seu primeiro Mundial, se consagrando campeão da temporada 2008 após uma vitória no GP do Brasil de 2008. Agora, mais um título se soma aos mundiais de 2008, 2014 e 2015. E Hamilton continua brilhando nesse esporte em que, prioritariamente, os ídolos ainda são atletas brancos.

Nada mal para esse inglês de origem caribenha, que começou sua carreira no automobilismo em 2005, já conquistando o campeonato na modalidade. Em 2006, foi campeão de GP2. Os resultados conquistados por Hamilton sempre foram impressionantes, mas, como muitos negros, ele já confessou em entrevistas recentes que teve que trabalhar duas vezes mais e ser duas vezes mais educado e humilde para avançar na F1. Mas talento é algo indiscutível e Hamilton continua com seus resultados incríveis, indo cada vez mais longe. Uma referência mundial no automobilismo e uma figura brilhante que mostra a força da raça negra mundo afora. Parabéns, Hamilton!

 

Texto: Valéria Borges

Comentários

Comentários