No último domingo (2/7), Leonardo Santos, participante da atual edição do MasterChef, usou as redes sociais para falar sobre racismo. Ele conta que, durante a madrugada, recebeu uma montagem com fotos de participantes negros do reality, inclusive dele, na qual o autor afirma ter nojo deles e pena de quem já comeu algo que eles fizeram. “Volta pra senzala”, terminava a mensagem.

Leonardo afirma que não se sentiu afetado com as palavras, porque todas as situações de preconceito pelas quais já passou fizeram com que ele adotasse a postura que tem hoje.

“Tudo isso que vocês chamam de arrogância, prepotência ou qualquer outro rótulo que não cabe num participante branco, se chama autoconfiança, autoafirmação, foco, são coisas que pessoas como nós precisam ter muito, pra poder sobreviver porque não recebem isso de outras pessoas”, escreveu o participante.

Com licença, precisamos falar sobre preconceito. Durante essa madrugada recebi uma imagem que continha essas mesmas pessoas com a seguinte mensagem "vocês são um lixo, eu tenho nojo de todos vocês, tenho pena de quem já comeu ou come qqr me@&a que vcs fazem, eu torço todos os dias pra vc ser humilhado e eliminado volta pra senzala embuste lixo" se doeu? Não, nenhum pouco. Durante toda a minha vida eu fui perseguido nos corredores dos supermercados, tive minhas notas de dinheiro reviradas e conferidas pelo caixa do supermercado 40 mil vezes, fui desprezado pelo vendedor por achar q eu não poderia comprar algo, e várias outras situações que qualquer outro cidadão negro já passou. Isso tudo contribuiu pra postura que eu adoto hoje, tudo isso que vocês chamam de arrogância, prepotência ou qualquer outro rótulo que não cabe num participante branco, se chama auto-confiança, auto-afirmação, foco, são coisas que pessoas como nós precisam ter muito, pra poder sobreviver porque não recebem isso de outras pessoas. (...)

A post shared by Leo Santos | Masterchef 4ª (@leonardomchefbr) on

O jovem de 22 anos disse que o fato o fez refletir sobre o racismo oculto vivido diariamente e citou as diferenças nos comentários feitos a participantes brancos e negros do MasterChef.

“O participante negro que reclama não conhecer ingrediente ‘é pobre, chorão, se fazendo de vítima, insuportável’, uma outra participante qualquer com a mesma atitude ‘não é obrigada a conhecer tudo’. A participante negra que quer dominar sua praça na prova em grupo ‘tá se achando, a macaca’, o outro participante branco que além de cuidar da praça dele ainda quer se meter na praça do outro ‘tá preocupado com o resultado da equipe'”, escreveu.

Leonardo conclui a publicação dizendo que “não usar xingamentos explícitos, ou falar sobre cor da pele não te faz uma pessoa livre de preconceito, suas atitudes sim são capazes de falar sobre você”.

Comentários

Comentários