Confira a letra da música "Zumbi", comporta por Gilberto Gil e Waly Salomão

 

FOTO: Leandro Valquer | Adaptação web: David Pereira

O poeta e compositor Waly Salomão | Ilustração: Leandro Valquer

O poeta e compositor Waly Salomão | Ilustração: Leandro Valquer

Zumbi (a Felicidade Guerreira)

Gilberto Gil e Waly Salomão

Zumbi, comandante guerreiro

Ogu iê, ferreiro-mor capitão

Da capitania da minha cabeça

Mandai a alforria pro meu coração

Minha espada espalha o sol da guerra

Rompe mato, varre céus e terra

A felicidade do negro é uma felicidade

guerreira

Do maracatu, do maculelê e do

moleque bamba

Minha espada espalha o sol da guerra

Meu quilombo incandescendo a serra

Tal e qual o leque, o sapateado do

mestre-escola de

samba

Tombo-de-ladeira, rabo-de-arraia,

fogo-de-liamba

Em cada estalo, em todo estopim, no pó

do motim

Em cada intervalo da guerra sem fi m

Eu canto, eu canto, eu canto, eu canto,

eu canto, eu

canto assim:

A felicidade do negro é uma felicidade

guerreira!

A felicidade do negro é uma felicidade

guerreira!

A felicidade do negro é uma felicidade

guerreira!

Brasil, meu Brasil brasileiro

Meu grande terreiro, meu berço e

nação

Zumbi protetor, guardião padroeiro

Mandai a alforria pro meu coração

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 167.

Comentários

Comentários