Novo selo da Editora Pallas é focado em livros infantis com temática afro

 

TEXTO: Redação | FOTO: Divulgação | Adaptação web: David Pereira

Selo "Pallas Míni" é voltado para literatura infantil de temática afro-brasileira

Selo "Pallas Míni" é voltado para literatura infantil de temática afro-brasileira

De olho no mercado de literatura infantil, a Pallas Editora lançou seu primeiro selo editorial infantil, com foco em histórias africanas e afrobrasileiras.

Tendo a cultura negra como protagonista, os livros da “Pallas Míni” têm temáticas voltadas à valorização das diferenças em seu catálogo. De acordo com a editora Mariana Warth, a ideia surgiu quando os editores perceberam que já tinham material suficiente para a criação de um selo especial somente para essa área. “O catálogo da Pallas é abrangente no universo da discussão da temática africana, afro-brasileira e afirmativa no brasil. um selo infantil passa a dar um destaque diferente nesse catálogo, que é abrangente”, afirmou.

Com expectativa de 20% de incremento do faturamento anual da empresa, foram lançados nos últimos meses os 4 primeiros títulos: “Ombela: A origem das chuvas”, de Ondjaki, com ilustrações de Rachel Caiano; “Neguinho brasileiro”, de Luís Pimentel, ilustrado por Victor Tavares; “A força da palmeira”, de Anabella López, que assina também as ilustrações; e “Pelo rio”, textos e ilustrações de Vanina Starko . Até o final de 2014 serão lançados mais dois títulos, sempre contando com um time de autores e ilustradores identificados com a proposta. “Esperamos o reconhecimento de nosso trabalho, que vem de longe e renasce neste novo selo infantil. Daqui pra frente, nossa expectativa é fazer crescer nossos livros, cada vez mais lindos e com temas importantes para os pequenos”, revela Mariana.

Os protagonistas dos livros são, em sua maioria, negros, mas muitas histórias incluem grupos, famílias e amigos de diferentes etnias, refletindo assim a miscigenação brasileira. Toda a pluralidade, originalidade e ousadia do universo da literatura infanto-juvenil estão presentes nestes quatro títulos. A africanidade aparece a partir de grafismos, texturas, natureza e cor, enquanto a tradição está expressada a partir do conhecimento de mitos,religiosidade e lendas. O vocabulário completa a lista de cuidados com os livros e incrementa a qualidade do conteúdo.

Segundo a editora, o ponto forte da coleção é o histórico da Pallas com a comunidade negra. A Pallas Míni espera seguir o mesmo caminho, abordando temas importantes para a nossa sociedade numa perspectiva infantil. “É natural para nós abordar os temas de afirmação e as tradições de origem africanas. Portanto, não creio termos grandes desafios. Vamos continuar um trabalho sério e cuidadoso, caprichado e original dentro desta temática. O maior desafio não está no nosso trabalho, mas sim na tarefa de conquistar as escolas e livrarias para a discussão e a difusão destes temas”, concluiu.

 
Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 192.

Comentários

Comentários