A influência da logística em nossas vidas, vem mudando nosso comportamento como consumidor e empresa. Todos os bens de consumo utilizam-se de processos logísticos até que estejam disponíveis para consumo no seu cliente final.

Algumas pessoas acreditam que logística é algo novo e que surgiu recentemente, porém desde antes de Cristo a logística já era utilizada nas grandes guerras que fizeram parte de nossa história. Logística sempre foi um termo muito utilizado pelos militares, pois nas operações de guerra é necessário que cada equipe esteja preparada para executar cada uma de suas atividades no momento certo. Ao avançar suas tropas o oficial precisa ter uma equipe que providencie o deslocamento na hora certa, de munição, víveres, equipamentos e socorro médico para o campo de batalha.

A logística tem obtido lugar de destaque nos últimos anos no Brasil, pois hoje as condições são favoráveis. Na década de 80 seria difícil trabalhar com processos logísticos porque tínhamos uma economia onde a inflação acelerada obrigava a remarcar preços dos  produtos diariamente. Neste período o negócio era estocar tudo que fosse possível. Esta ideia é bem diferente do que nos ensina a logística que tem como foco o produto certo no momento certo.

Com a estabilização da economia a partir de 1994 com o plano Real e foco na administração dos custos, a evolução da microinformática e da TI (Tecnologia de Informação) desenvolvendo softwares cada vez mais eficazes para o gerenciamento de armazéns, transporte, código de barras, os processos logísticos começaram a ter lugar de destaque.

Conforme o CSCMP (Council of Supply Chain Managent Professionals - Conselho dos Profissionais de Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos), podemos conceituar a logística adotando a seguinte definição:

“Logística: é o processo de  planejar, executar  e controlar o   fluxo e armazenagem, de forma eficaz e eficiente em termos      de  tempo, qualidade e custos, de   matérias-primas, materiais em  elaboração, produtos acabados e serviços, cobrindo desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com objetivo de atender aos requisitos do consumidor.”

Para compreendermos melhor como isto funciona vamos falar de algo que faz parte do nosso dia-a-dia. Para realizar compras no supermercado você geralmente faz uma lista com todos os produtos que você precisará comprar. Ao chegar no supermercado  você coloca no carrinho os produtos de acordo com a sua  lista. Você poderá percorrer o supermercado de duas formas, pegando os produtos de acordo com a seqüência de sua lista ou percorrendo todos os corredores de uma ponta à outra até finalizar a sua compra. Se por acaso alguns produtos  estiverem  em falta você levará outro ou comprará em outro lugar. A simples atividade de efetuar uma compra no  supermercado retrata  a importância do processo logístico, que neste caso é ter o produto certo no momento certo.

Podemos então dizer que logística é um processo que faz parte da vida de todo mundo e que tem condições de melhorar a vida das pessoas quando bem praticada.

As grandes empresas sabendo disso trabalham cada vez mais com ferramentas logísticas para ter  um  bom desempenho melhor de suas atividades. Por ser um diferencial competitivo  as empresas investem cada vez mais em tecnologia e treinamento de seus colaboradores, obtendo assim bons resultados para satisfação de seus clientes. Podemos destacar as empresas automobilísticas como precursoras das implementações de processos logísticos. Tem como objetivo redução de custos no processo, recebimento de materiais no momento certo de sua utilização, otimização de processo produtivo sem perder a qualidade do produto final. Esta realidade é muito positiva, pois assim novas ferramentas logísticas surgem melhorando ainda mais o processo.

Digo está frase desde 2005,  em palestras, sala de aula e a todos que me perguntam se a logística é uma área promissora: “Logística não é um modismo, veio para ficar”.

 

Grande abraço e sucesso!

Amarildo Nogueira

Amarildo Nogueira

Mestre em Gestão de Negócios pela Universidade Católica de Santos, MBA em Logística Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Business and Management International Professional pela University of California (Irvine-EUA). É Consultor empresarial e autor do livro Logística Empresarial: uma visão local com pensamento globalizado. Ministra Palestras e Treinamentos em todo Brasil, onde já desenvolveu e capacitou mais de 60.000 pessoas.

*Este artigo reflete as opiniões do autor. A Revista Raça não se responsabiliza e não pode ser responsabilizada pelos conceitos ou opiniões de nossos colunistas

Comentários

Comentários