Onu

Até 9 de junho, o Programa de Capacitação Acadêmica — da Missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York — recebe inscrições de universitários da área das ciências sociais, tanto em nível de graduação como de pós-graduação. Iniciativa escolherá alunos para acompanhar as atividades da delegação brasileira na sede da ONU durante o período de setembro a dezembro de 2017.

Até 9 de junho, o Programa de Capacitação Acadêmica — da Missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York — recebe inscrições de universitários da área das ciências sociais, tanto em nível de graduação como de pós-graduação. Iniciativa escolherá alunos para acompanhar as atividades da delegação brasileira na sede da ONU durante o período de setembro a dezembro de 2017.

Há vagas em direitos humanos, desenvolvimento sustentável (meio ambiente), assuntos econômicos e financeiros, paz e segurança, direito internacional, desarmamento e diplomacia pública. Participantes seguirão os trabalhos regulares da Missão do Brasil em um desses campos temáticos, sob a supervisão de um diplomata. Ao longo dos três meses de extensão do programa, os alunos frequentarão reuniões na ONU, prepararão relatórios e pesquisas e assessorarão o funcionário responsável pelo tema.

A iniciativa não é remunerada, cabendo ao aluno arcar integralmente com os seus custos de estadia e moradia em Nova York. A seleção tende a dar preferência para estudantes que tenham concluído a graduação ou que estejam fazendo pós-graduação, mas cada caso é analisado individualmente.

É necessário ter fluência em inglês. Fluência em outros idiomas oficiais das Nações Unidas será considerada positivamente.

Este é o terceiro ciclo do Programa de Capacitação Acadêmica. Interessados devem enviar Curriculum Vitae (sem foto), carta de motivação e carta de recomendação de professor ou empregador, devidamente assinadas. Documentação deve ser enviada por correio eletrônico para o endereço luis.marques@itamaraty.gov.br até a data final de inscrição (9/6) com o título “Inscrição Programa de Capacitação”. Os documentos podem ser redigidos em português e/ou inglês.

Os candidatos classificados para a fase final do processo de seleção serão entrevistados por telefone, inclusive os que já residirem em Nova York.

Acesse as regras para participar do programa clicando aqui.

Comentários

Comentários