Astro dos Cleveland Cavaliers a NBA teve sua residência em Los Angeles pichada com insultos preconceituosos: 'Isso só mostra como o racismo será sempre parte do mundo'

O astro dos Cleveland Cavaliers, LeBron James, se prepara para iniciar nesta quinta-feira a série em busca de mais um título da NBA, em sua sétima final seguida da competição, mas as vésperas de evento tão importante, direcionou seu foco ao racismo que sofreu na última quinta, quando sua casa em Los Angeles foi pichada com insultos preconceituosos, e teceu críticas a como a situação ainda é degradante para os negros nos Estados Unidos.

“Não importa quando dinheiro você tenha, o quão famoso você seja, quantas pessoas te admirem, ser negro é difícil. Nós temos um longo caminho a percorrer como sociedade para que nós, afro-americanos, possamos nos sentir como iguais aqui nos Estados Unidos”, declarou o atleta.

Preocupado com as demonstrações de ódio, que poderiam representar ameaça não só a LeBron, mas a seus familiares e pessoas próximas, o jogador lamentou que o racismo seja um preconceito que está presente no cotidiano estadunidense na atualidade.

“Minha família está segura, eles estão bem e isso é o mais importante. Mas isso só mostra como o racismo será sempre parte do mundo, parte dos Estados Unidos. Você sabe que o ódio aqui, especialmente pelos afro-americanos, está vivendo todos os dias”, completou o astro.

Comentários

Comentários