Revista Raça

Colunistas Destaque

Perdi o Emprego, o que fazer?

  • Autor: Amarildo Nogueira

  • Publicado em: 06/02/2018

  • Comentários:

Ser demitido é um dos maiores temores de grande maioria dos brasileiros. O fato de perder o emprego ou estar vivendo um momento difícil nos traz grande temor! Quem já passou ou está passando por este momento sabe muito bem o que estou querendo dizer. Porém sempre digo que nestes momentos é que vale a pena repensar e buscar novas soluções.

Assim peço a você que responda as seguintes perguntas:

  • Quais são as crenças que possui com relação a vida?
  • Quais os hábitos que possui em momentos de dificuldade?
  • Quando está empregado o que faz para melhorar seu currículo?
  • Quais são suas metas pessoais e profissionais?
  • Como anda seu networking (rede de contatos)?
  • Qual a sua missão nesta vida (qual a sua razão de existir)?

  Estas perguntas deveriam ser facilmente respondidas por você, mais a grande maioria das pessoas pensam, pensam, pensam e não conseguem obter uma resposta de imediato. Sempre digo que se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve e que um ser humano sem sonho perde a razão de viver, digo isto independente de sua classe social. Em nossa caminhada, rumo as nossas conquistas, não prevemos os obstáculos, ainda bem pois os mesmos poderiam nos impedir de conquistarmos grandes feitos. Podemos aprender de uma maneira mais dolorosa, sofrendo antecipadamente, ou mais confiante, acreditando em nosso potencial, isso dependerá de nossa crença nos acontecimentos da vida e personalidade.

Então em momentos difíceis é importante:

  • Compartilhar, em uma conversa, com um(a) grande amigo(a) otimista e de confiança seus pensamentos e sentimentos, isto lhe fará bem;
  • Elaborar um bom currículo. Se tiver dificuldade peça ajuda aos amigos;
  • Ter firmeza, persistência, paciência e credibilidade que você pode, você consegue;
  • Fazer do limão uma limonada saborosa e não ficar chupando o limão reclamando que está azedo, ou seja, que nada dá certo;
  • Sonhar, objetivar e planejar sua vida utilizando Metas pessoais e profissionais;
  • Aprender a fazer deste momento adverso um momento para se fortalecer e se superar, não visualizando como um problema, mas como uma oportunidade de se fortalecer.

Mude seu pensamento, acredite que este momento é para que você possa obter uma nova oportunidade! Sempre digo que temos que focar naquilo que queremos conquistar e não naquilo necessitamos.

Lembre-se, o seu problema não é o maior do mundo, existem outros muitos piores! Assim pense e reflita sobre a mensagem a seguir.

“O sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo. Mesmo não atingindo o alvo, quem busca e vence obstáculos, no mínimo fará coisas admiráveis.” José de Alencar

Este texto é dedicado a amigos(as) de grande capacidade que passam por um momento de reflexão e esperança, onde tenho certeza de que em breve obterão grande sucesso e a oportunidade profissional do novo emprego que tanto almeja conquistar!

 

Grande abraço e sucesso!

Amarildo Nogueira

Mestre em Gestão de Negócios pela Universidade Católica de Santos, MBA em Logística Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Business and Management International Professional pela University of California (Irvine-EUA). É Consultor empresarial e autor do livro Logística Empresarial: uma visão local com pensamento globalizado. Ministra Palestras e Treinamentos em todo Brasil, onde já desenvolveu e capacitou mais de 60.000 pessoas.

*Este artigo reflete as opiniões do autor. A Revista Raça não se responsabiliza e não pode ser responsabilizada pelos conceitos ou opiniões de nossos colunistas

 

 

Mestre em Gestão de Negócios pela Universidade Católica de Santos, MBA em Logística Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Business and Management International Professional pela University of California (Irvine-EUA). É Consultor empresarial e autor do livro Logística Empresarial: uma visão local com pensamento globalizado. Ministra Palestras e Treinamentos em todo Brasil, onde já desenvolveu e capacitou mais de 60.000 pessoas.

Comentários

Comentários