Cantoras baianas para se LEMBRAR e LEVAR para a vida

Separamos aqui 5 cantoras baianas que você precisa conhecer e com certeza se já conhece deve levá-las para a vida.

Luedji Luna

Banho de Folhas - Luedji Luna (Oficial) - YouTube
Reprodução Youtube

A cantora e compositora Luedji Luna nasceu em Salvador em 1987 e tem se destacado na cena musical desde que lançou seu primeiro trabalho, Um Corpo No Mundo, em 2017. Com um som que mistura ritmos de Moçambique com batuque baiano e jazz, Luedji fala em suas letras sobre a identidade afro- brasileira. Antes de se dedicar à música, ela chegou a passar no vestibular para cursar Direito na Universidade do Estado da Bahia. Porém, respeitou a sua essência e amor pela arte e decidiu se dedicar somente à música.
Fez aulas de canto popular na Escola Baiana de Canto Popular em 2011 e agora está com tudo conquistando cada vez mais o espaço merecido. Luedji Luna já passou por festivais importantes, como Coquetel Molotov, Radioca, Breve, Timbre e Coala.

Majur

Majur: “Hoje sabemos com quem estamos lutando” - Esquina Musical
Reprodução Redes Sociais

Uma das novas caras da MPB, a cantora Majur nasceu em Salvador, em 1996, e chamou a atenção do público
quando participou da gravação de AmarElo, do rapper Emicida. A cantora não binária se destaca por retratar em suas composições um universo poético e livre de rótulos. Majur começou a cantar aos 5 anos de idade, quando participava do coral da Orquestra Sinfônica da Juven- tude de Salvador. Mais tarde, ao lado de outros músicos, passou a se apresentar nos bares de Salvador. Tem como inspiração Liniker, Caetano Veloso e Chico Buarque.
Em 2018, a cantora e compositora lançou seu primeiro trabalho, o EP Colorir, que traz as faixas Náufrago, De-
talhe e Africaniei.

Nara GiL

Nara Gil | immub.org
Reprodução Redes Sociais

Leia mais: Edição 235

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search

Open chat
Preciso de Ajuda
Olá 👋
Podemos te ajudar?