Livro de Amílcar Araújo aborda como o movimento negro brasileiro se organizou. Saiba mais

 

TEXTO: Redação | FOTO: Divulgação | Adaptação web: David Pereira

"O mundo Negro - Relações raciais e a constituição do Movimento Negro contemporâneo no Brasil", de Amílcar Araújo Pereira | FOTO: Divulgação

"O mundo Negro - Relações raciais e a constituição do Movimento Negro contemporâneo no Brasil", de Amílcar Araújo Pereira | FOTO: Divulgação

Após uma extensa pesquisa em jornais e arquivos privados, no Brasil e nos Estados Unidos, o professor Amilcar Araújo Pereira apresenta seu livro "O mundo Negro - Relações raciais e a constituição do Movimento Negro contemporâneo no Brasil", que conta a história dos processos de construção de uma agenda política afrodescendente no Brasil. A publicação traz ao leitor a história de como o movimento negro brasileiro contemporâneo se organizou a partir do processo de contestação e modernização que caracterizaram os últimos anos da ditadura militar. Publicada pela editora Pallas, a obra conta com diversas entrevistas com lideranças daquele processo espalhadas por todo o Brasil, que falaram sobre a construção da crítica ao chamado “mito da democracia racial” no país ao longo dos anos.
Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 177.

 

Comentários

Comentários