Acabou! A casa “tombou” para Karol Conká.

Após uma maratona de desaforos, intrigas, grosserias e desabafos, a maior “vilã” da história do Big Brother Brasil deixa a casa mais espionada do país. A ascensão e queda da rapper no programa se deu de forma meteórica, assim como foram suas colocações quase sempre explosivas, mexendo com os nervos e indignação de integrantes do reality show e também com grande parte do público externo da casa.
Mas afinal, quem ganha? Quem perde? Como e por que esse reality show mexeu tanto com a população brasileira? Para saber essas respostas é necessário entender um pouco o momento em que o Brasil e mundo estão vivendo.
O MOMENTO: Vivenciamos um momento de confinamento, de estresse, de indignação com a falta de tudo: vacina, testes, hospitais, mas acima de tudo, falta de caráter de dirigentes cuja a falsidade e o negacionismo nos faz indignar cada vez mais com atitudes expressas por Karol. Então sai Karol!
A CASA: Em meio à maior crise econômica e social na qual o Brasil passa, onde quase 15 milhões de desempregados disputam todo dia uma vaga de trabalho e outros milhões desejam uma casa ou um cubículo para viver, 20 participantes esbanjam aconchego em um sonho de moradia quase utópico. Muitos dos inquilinos ainda são negros e estão concorrendo a um milhão e meio de reais. Então sai Karol!
O HISTÓRICO: a história dos Reality Shows no Brasil não é nada favorável para negros e negras. Ficamos mais de uma década sem ganhar um. Porém nos últimos meses ganhamos todos; O último BBB , com Telminha; Na fazenda, levou Jojo Todinho, outra mulher negra; e ainda levamos o The Voice Brasil, ou seja, estamos ganhando tudo. Então chega, né! Sai Karol.
O MOVIMENTO NEGRO: Já a muito tempo o discurso e a ação do movimento negro tem incomodado não só a parcela de pessoas que sempre gozaram de privilégios da sua condição de brancos, mas também negros que não conseguem muitas vezes entender um discurso difícil de ser absorvido deste movimento que teima em questionar o racismo mais sofisticado do mundo. Por isso negros e brancos bradam: Sai Karol
A audiência: Fazer um programa de TV dar audiência após 20 anos é um desafio inimaginável. Então, para o bem e para o mau da audiência: Sai Karol!
Quem perde? Todos nós. Entre nós precisamos achar alguém para encobrir todos os nossos pecados, um Jesus Cristo, então, como Pôncio Pilatos, lavamos nossas mão e conclamamos; SAI KAROL COM K!

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search