Bolsa de estudos para afrodescendentes na Suíça

Até 15 de junho é possível se inscrever para uma bolsa para afrodescendentes da ONU. O programa oferece bolsas para um curso sobre direitos humanos em Genebra, na Suíça. O curso acontece de 21 de novembro a 9 de dezembro de 2022.

O Programa Anual de Bolsa para afrodescendentes é parte das comemorações pela Década Internacional de Afrodescendentes. O objetivo da ONU é oferecer uma oportunidade de aprendizagem intensiva a pessoas de ascendência africana em questões de direitos humanos. Os tópicos de estudo do curso incluem direitos humanos, formas de discriminação racial, acesso à justiça, perfilamento racial, entre outros.

O curso sobre direitos humanos da ONU

Durante o curso, que dura cerca de três semanas, os bolsistas aprendem sobre os mecanismos legais antirracismo da ONU e promovem a capacitação para combater a discriminação racial. Após o encerramento do programa, atuam nos seus países com iniciativas de conscientização sobre direitos humanos para a sociedade civil. Os bolsistas também podem virar colaboradores e contribuir com a ONU em outras frentes.

O objetivo da bolsa para afrodescendentes da ONU é fortalecer as habilidades dos participantes para contribuir com a proteção e promoção dos direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais dos afrodescendentes em seus respectivos países. Os participantes serão equipados com as ferramentas necessárias para melhorar o desenvolvimento de legislação, políticas e programas; fortalecer a colaboração da sociedade civil com os governos; e realizar atividades locais de conscientização.

O que é a bolsa para afrodescendentes da ONU

O programa de bolsas para afrodescendentes é um treinamento intensivo em direitos humanos para afrodescendentes que estão engajados na promoção dos direitos dos afrodescendentes. O treinamento acontece uma vez por ano no Gabinete do Alto Comissariado para os Direitos Humanos em Genebra.

O programa de bolsas oferece aos participantes a oportunidade de:

  • Conhecer e aprofundar sua compreensão da lei internacional de direitos humanos e do sistema de direitos humanos da ONU, a estrutura internacional para combater o racismo, a discriminação racial, a xenofobia e a intolerância relacionada, e questões interseccionais com foco nos afrodescendentes;
  • Fortalecer as habilidades no desenvolvimento de propostas de projetos, entrega de apresentações e envio de informações aos mecanismos de direitos humanos;
  • Obter exposição em primeira mão aos mecanismos de direitos humanos;
  • Reunir-se com uma ampla gama de atores.

Como é bolsa para afrodescendentes da ONU

As bolsas incluem passagem aérea de ida e volta, seguro-saúde e um subsídio para cobrir despesas com acomodação, alimentação e outras. Entre os requisitos para participar do programa de bolsas para afrodescendentes da ONU, estão:

  • Ter ascendência africana;
  • Ser fluente em inglês ou francês;
  • Ter no mínimo quatro anos de experiência profissional na promoção dos direitos afrodescendentes;
  • Fazer parte de uma organização que trabalha em questões relacionadas com pessoas de ascendência africana ou direitos das minorias.

Candidatura e seleção para as bolsas de estudo da ONU

Para se inscrever, é necessário que o candidato envie por e-mail (um único e-mail) para [email protected] os seguintes documentos:

  • Currículo;
  • Carta oficial da organização onde trabalha certificando o seu estatuto;
  • Formulário de candidatura preenchido, assinado escaneado;
  • Cópia do passaporte;
  • Carta de motivação (máx. 500 palavras).

O assunto do email deve ser: “Application for the 2022 Fellowship Programme for People of African Descent”. Além disso, os arquivos devem ser nomeados da seguinte forma: SOBRENOME nome – Tipo de documento. Por exemplo, PEREIRA Joana – Curriculum.

A seleção irá levar em consideração o equilíbrio de gênero e de origem dos concorrentes. A situação dos afrodescendentes no país do candidato também influencia a seleção. Todos os documentos enviados devem estar em inglês, francês ou espanhol.

A seleção pro curso de direitos humanos da ONU

A seleção dos bolsistas para o curso de direitos humanos da ONU na Suíça refletirá o equilíbrio regional e de gênero. A situação dos direitos humanos dos afrodescendentes nos respectivos países também será levada em consideração.

Segundo o site oficial do programa, devido ao volume de mensagens, os candidatos não receberão confirmação do recebimento da candidatura e apenas os candidatos pré-seleccionados serão notificados.

Desde 2011, a bolsa para afrodescendentes da ONU já selecionou 130 fellows de 39 países diferentes, incluindo o Brasil.

Edital: https://www.ohchr.org/en/about-us/fellowship-programmes/fellowship-programme-people-african-descent

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search

Open chat
Preciso de Ajuda
Olá 👋
Podemos te ajudar?