Home Capa Bordados feitos pela mãe de Emicida serão destaque da LAB na SPFW

Bordados feitos pela mãe de Emicida serão destaque da LAB na SPFW

Jacira bordou as peças que serão desfiladas na SPFW durante as sessões de hemodiálise Foto: Amanda Perobelli/ Estadão

GABRIELA MARÇAL – O ESTADO DE S.PAULO

Peças com aplicações da artista Jacira Roque Oliveira falam sobre samba e até mesmo sobre as ações de Doria para apagar grafites em São Paulo

Não se engane com o título dessa reportagem. Jacira Roque Oliveira é muito mais que a mãe do Emicida ou do Leandro, como ela chama o filho. Aos 53 anos, ela é a artista plástica que produziu os patchworks que darão o tom das peças conceituais no desfile nesta sexta-feira, 17, da LAB, grife criada pelos rappers Emicida e Fióti em parceria com o estilista João Pimenta, na SPFW.

1489761025674
Peças com aplicações de Jacira que serão desfiladas nesta sexta, 17, na LAB Foto: Raphael PS/ LAB

Jacira tem uma história de vida de superação. Mas nunca se conformou. Com nada. Durante muitos anos foi obrigada a fazer tratamentos psiquiátricos por seu muito “questionadeira”; há 25 anos faz análise por vontade própria.

Aos seis anos de idade foi deixada pela mãe em um convento, onde era agredida física e psicologicamente. Conheceu o racismo quando uma freira disse que ia cortar “os cabelos ruins”. “Até então eu não sabia que meu cabelo era ruim.” Passou a desconfiar de todas as pessoas quando descobriu que sua mãe não tinha sido enganada. “Ouvi de minha mãe: ‘você não queria ir para a escola?’.”

Após se aposentar por causa do lúpus (doença autoimune que afeta, principalmente, pele, articulações, rins e cérebro), ela conheceu a depressão. Percebeu que estava se afundando em remédios como Diazepam e fluoxetina que a deixavam mais triste e ela não entendia qual era a função. Há 20 anos, encontrou no bordado, ao estilo patchwork, o caminho para deixar de tomar psicotrópicos e a distração durante as sessões diárias de hemodiálise, que faz pois não tem mais os rins.

E foi no trabalho de dona Jacira que Emicida, Fióti e João Pimenta viram o fio condutor para esta coleção da LAB. Em dezembro, ela recebeu o convite: “eu quase os esganei! Porque eles acham que bordado surge repentinamente”. Até o momento que esta reportagem estava sendo apurada, a artesã tinha produzido bordados para duas jaquetas, uma calça, uma bermuda e um colete. Todas as aplicações foram feitas durante a hemodiálise.

Jacira bordou as peças que serão desfiladas na SPFW durante as sessões de hemodiálise Foto: Amanda Perobelli/ Estadão
Jacira bordou as peças que serão desfiladas na SPFW durante as sessões de hemodiálise Foto: Amanda Perobelli/ Estadão

 

 

Comentários

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here