Veja o desfile do Projeto Talentos Black Moda Afro

 

Texto: Sandra Almada | Foto: Augusto Baptista | Adaptação web Sara Loup

projeto

O cenário por si só já era paradisíaco. E a paisagem humana, mais fashion e linda, impossível. Estas foram as primeiras impressões registradas pelos que acompanharam o bater de saltos na passarela montada no Centro Cultural Parque das Ruínas, no bairro de Santa Tereza, no Rio de Janeiro.

 

E os que foram assistir à primeira edição do Projeto Talentos Black Moda Afro viram um espetáculo que, além de muito chique, tinha a marca do “politicamente correto”, digamos assim. Mais do que manequins negros e negras, já raros no circuito de moda, o projeto idealizado pela produtora cultural Emanuele Sanuto, de 26 anos, deu oportunidade a outros profissionais afrodescendentes de mostrar como podem mover, exercendo diferentes funções, as engrenagens de um desfile de moda de alto nível.

Na passarela, o que se viu foi o trabalho de estilistas, designers de joias, maquiadores e cabeleireiros, selecionados numa competição etnicamente justa, que acabou por estabelecer um tipo de “cota” para os negros no mundo fashion, todos felizes com a oportunidade aberta pela jovem produtora cultural que ousou dar asas à imaginação, aterrissando com um sonho.

O Talento Black Moda Afro visa descobrir artistas afrodescendentes ainda anônimos, viabilizando a divulgação de suas criações artísticas para o mercado de trabalho. Trata-se de uma iniciativa para fomentar a cultura afro e propiciar a inclusão social e o enriquecimento cultural da cidade do Rio de Janeiro que recentemente foi escolhida pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade.

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 169

Comentários

Comentários