Home Capa Documentário sobre o negro no futebol é gravado no Museu Pelé

Documentário sobre o negro no futebol é gravado no Museu Pelé

O jogador da Seleção Brasileira Pelé, é carregado pelos seus companheiros de equipe, após o a vitória brasileira sobre a Seleção da Itália por 4-1, válido pela final da Copa do Mundo 1970, no Estádio Azteca, na Cidade do México (México). *** FILE - In this June 21, 1970 file photo, Brazil's Pele is hoisted on shoulders of his teammates after Brazil won the World Cup final against Italy, 4-1, in Mexico City's Estadio Azteca. With one week to go before the World Cup starts in Brazil, The Associated Press takes a look at 10 great stars in the tournament's history. Pele Considered by many the greatest player in football history, Pele won three World Cup titles with Brazil. He was a teenager when he helped the "Selecao" lift the trophy in 1958, then four years later he won the title again despite playing only one match because of an injury. Pele's career was at its peak when he led Brazil to victory in 1970. He remains the only player to win three World Cup titles. (AP Photo/File) ORG XMIT: WCGP101
O racismo nos estádios é o fio condutor da série documental O negro no futebol brasileiro, que contará com entrevista de antigos ídolos do Santos Futebol Clube, gravadas na última sexta (20), no Museu Pelé.

O audiovisual está a cargo da produtora LC Barreto, com mais de 50 anos no mercado e a responsável pelos filmes Dona Flor e Seus Dois Maridos, O Que é Isso Companheiro, Crô – O Filme e, recentemente, João – O Maestro, além da série de TV Seleção Brasileira – Paixão de um povo, veiculada pela HBO. Os fundadores da produtora, Lucy e Luiz Carlos Barreto integram o grupo de pioneiros do cinema brasileiro.

Sob a direção de Gustavo Acioli, o ex-centroavante Coutinho, do Santos Futebol Clube, considerado um dos maiores em sua posição na história do futebol, falou de sua vivência em campo e de como reagia em situações de racismo. “Se xingavam, eu xingava també

Pelé na final da Copa do Mundo 1970

m”, comentou, bem-humorado. Também deu depoimento o ex-atacante Serginho Chulapa, maior artilheiro da história do São Paulo FC (1973 e 1982) e autor de 104 gols com a camisa do Santos FC. (1983–1984, 1986, 1988 e 1989–1990).

O filme também terá a visão do ex-volante Clodoaldo, que marcou época no Santos nos anos 1960 e 1970, e Daniel Alves, hoje defendendo o Paris Saint-Germain e já entrevistado na Europa. “O documentário é baseado no livro homônimo de Mário Filho, mas vamos ampliar o conteúdo até as eras Pelé e pós-Pelé”, adiantou Acioli, um apaixonado por futebol, história e sociologia.

Ele também foi pesquisador e roteirista do documentário Seleção Brasileira – Paixão de Um Povo e diretor do longa Mulheres no Poder.

Sinopse

Com quatro episódios de uma hora cada, o documentário O negro no futebol Brasileiro contará a saga dos negros brasileiros que enfrentaram várias adversidades para serem aceitos no futebol, passando por sua afirmação nos campos e culminando com a sua consagração, simbolizada, principalmente, por Pelé.

A nova geração também estará representada com nomes como Neymar, Willian e Daniel Alves, que vieram depois do Pelé e, justamente por isso, enfrentaram um nível altíssimo de exigência por parte da torcida e da imprensa. A série falará também dos jogadores negros no futebol globalizado, refletindo sobre as manifestações de racismo recorrentes nos estádios europeus.

Comentários

Comentários