Funcionário barra entrada de delegada negra em loja de shopping

Polícia civil investiga crime de racismo e apreende equipamentos de vídeo da loja para verificação

Na terça-feira (14), a delegada e diretora-adjunta do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis, Ana Paula Barroso alega ter tido sua entrada barrada em uma loja de roupas no Shopping Iguatemi, em Fortaleza (CE). Barroso tentou entrar na loja da Zara, quando foi abordada por um funcionário que alegou “questões de segurança”. Ao solicitar informações sobre a conduta do funcionário, a delegada alega não ter sido “autorizada” a entrar.

Inicialmente, após a denúncia realizada pela delegada, a loja se recusou a entregar as gravações. No último domingo, a Polícia Civil fez a apreensão dos equipamentos de registro de vídeo por meio de autorização judicial e vai estabelecer a investigação do caso.

A Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza instaurou um inquérito para investigar o suposto crime.

O vídeo do momento em que os policiais chegam à loja com o mandado para apreender os materiais está circulando na internet.

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search