Veja depoimentos de grandes brasileiros em homenagem aos 100 anos de Abdias do Nascimento

 

FOTOS: Divulgação | Adaptação web: David Pereira

Em 2014 comemoramos o centenário de nascimento de Abdias do Nascimento | FOTO: Divulgação

Em 2014 comemoramos o centenário de nascimento de Abdias do Nascimento | FOTO: Divulgação

“O dramaturgo, pintor, professor, escritor e ator Abdias do Nascimento foi um dos grandes pensadores do século XX-XXI. Sua inteligência aguda e brilhante, seu senso critico e seu talento multifacetado, que ele colocação à disposição da fundação de uma nova dramaturgia no Brasil, onde o povo afrodescendente tivesse voz, são elementos suficientes para garantir um espaço no Olimpo dos seres humanos que trabalharam em prol de uma vida mais justa, igualitária e pacifica. Um de seus grandes feitos foi a criação do Teatro Experimental do Negro – TEN, uma companhia profissional com elenco negro e repertórios próprios. Essa foi sem duvida uma de suas inúmeras contribuições como cidadão e artista, que permanece como um legado, herdado pelas novas gerações. Abdias do Nascimento escreveu uma bela pagina da historia recente do Brasil, deixando seu nome eternamente gravado nas mentes e corações de todas as pessoas que lutam por justiça e liberdade.”

Zezé Motta atriz e presidente de honra do CIDAN – Centro Brasileiro de Informação e Documentação do Artista Negro

“Abdias deixou uma marca. Deu uma grande contribuição para a nossa consciência, para mostrar a necessidade de assumimos a cor da nossa pele e termos essa bandeira como prioridade. Ainda estamos na luta, o caminho ainda é extenso, mas não desistiremos. Os negros e afrodescentes vão conquistar os seus direitos e espaços por completo. Só tenho o que agradecer por sua determinação e firmeza em todas as lutas que travou e que foram inspiração para minha geração. Centenário é pouco, seus sonhos são os nossos sonhos. Vivas Vidas,Abdias! Viva raça brasileira!”

Benedita da Silva, deputada federal

“Abdias nos deixou a atenção ao combate da intolerância religiosa e racial que precisa ser vista e sempre observada. Aprendemos a ver e a identificar quando o racismo se manifesta. Abdias é um bakulo, é desses caras que vieram ao mundo nos deixando um legado que será para sempre lembrado. Ele entrou em todos os espaços: na política, na cultura e na arte. Ele foi um homem livre, ele foi arte. E como dizia Glauber, somente a arte é livre. Nada fez com que Abdias subjugasse a sua obra. Ele fez o que precisava ser feito. Ele nos deixou um aprendizado: temos que usar a arte para falar sobre nós, sobre o que gostamos, sobre o que acreditamos e como forma de enfrentamento. Me sinto um filho de Abdias, um herdeiro dos seus valores, posicionamento político e estético.”

Hilton Cobra, presidente da Fundação Palmares

O cineasta Antonio Olavo que dirigiu o filme "Abdias Nascimento Memória Negra" | FOTO: Divulgação

O cineasta Antonio Olavo que dirigiu o filme "Abdias Nascimento Memória Negra" | FOTO: Divulgação

“Ao longo da história do Brasil, muitos foram os que chamaram para si a condição de luta intransigente contra as concepções e práticas racistas, rompendo com os padrões de uma sociedade que via o homem e a mulher negra como seres inferiores e os queriam submissos e tutelados. Para estes, no entanto, a historiografia tradicional ignorou o registro e desprezou a deferência, buscando manter oculta a história dos que se rebelaram por viver numa sociedade preconceituosa e desigual. É buscando alterar este cenário que precisamos conhecer e celebrar a existência de figuras como Abdias Nascimento, um homem cuja obra e atuação política durante quase todo século XX são essenciais para afirmação da identidade afro-brasileira.”

Antonio Olavo, cineasta, diretor do filme-documentário “Abdias Nascimento Memória Negra”

“Abdias do Nascimento foi, sem sombra de dúvida, uma das maiores expressões da intelectualidade negra em nosso país. Ele foi, ao mesmo tempo, pensador e militante do movimento negro. Um homem inquieto e à frente de seu tempo, Abdias foi fundamental na luta do povo negro em nosso país e seu legado continua a nos orientar. Sua atuação no parlamento, como senador e como deputado federal é um exemplo para todos nós”.

Leci Brandão é cantora, compositora e deputada estadual por São Paulo pelo PCdoB.

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 189.

Comentários

Comentários