Home Capa Idrissa Ouedraogo, diretor de Burkina Faso, morre aos 64 anos

Idrissa Ouedraogo, diretor de Burkina Faso, morre aos 64 anos

Um dos diretores mais conhecidos da África, ele comandou dezenas de filmes, documentários e curtas-metragens.

Idrissa Ouedraogo durante o “Africamania festival”, em janeiro de 2008 (Foto: Bertrand GUAY / AFP)

O diretor burquinês Idrissa Ouedraogo, conhecido por filmes como “A cólera das deuses” (2003) e “Tilaï” (1990), morreu neste domingo (18) aos 64 anos, segundo informaram veículos de imprensa locais.

Ouedraogo (Banfora, 1954) é um dos diretores da África mais reconhecidos em nível internacional e o mais relevante de Burkina Fass. Ele dirigiu uma dezena de filmes e documentários filmes e curtas-metragens.

Com “Tilaï”, um drama parente que mostra as tradições de uma família de Burkina Faso, ganhou o grande prêmio do júri do festival de Cannes em 1990, e com “Yaaba” (1988) ganhou o prêmio da crítica de Cannes em 1989.

Ouedraogo também participou da direção do filme coletivo “11-09-01” (2002) sobre os atentados de 11 de setembro contra as torres gêmeas de Nova York, junto ao britânico Ken Loach e ao mexicano Alejandro González de Iñárritu, entre outros.

O presidente de Burkina Faso, Roch Marc Christian Kabore, enviou, em comunicado, suas condolências à família e à comunidade do cinema do país em nome de seu gabinete e de toda a nação.

“A África perde um dos seus melhores embaixadores no domínio da cultura “, disse Kabore.

Comentários

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here