Indiciados adolescentes autores de ofensas racistas à Fatou

Redaçãojunho 9, 20202 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2020/06/fatou.jpg

“Pela primeira vez o MP indiciou alguém por racismo. Nossa primeira vitória chegou!”. Foi assim que a estudante Ndeye Fatou Ndiaye comemorou, em suas redes sociais, a conclusão do inquérito sobre os ataques racistas sofridos por ela.

Aluna do Liceu Franco-Brasileiro, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, Fatou foi alvo de ofensas em um grupo de Whatssap, no qual havia alunos da instituição de ensino. Três dos cinco adolescentes que participaram da conversa foram indiciados, sendo dois por fato análogo aos crimes de racismo e injúria racial e o terceiro por fato análogo ao crime de injúria racial.

Segundo os investigadores, os outros dois envolvidos “só riram e não criaram provas suficientes da participação nos atos criminosos”. Apenas um dos adolescentes prestou depoimento à polícia. As defesas dos outros afirmaram que eles não podiam comparecer por causa do coronavírus.

Mesmo assim, os policiais da 9ª DP (Catete) decidiram concluir inquérito porque não havia dúvidas de que as mensagens trocadas na conversa entre os jovens tinham conteúdo racista.

O Liceu Franco-Brasileiro diz que contratou uma consultoria para debater racismo com os alunos. Fatou, por sua vez, ganha protagonismo no debate contra o racismo nas redes sociais.

Comentários

Comentários

Redação

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários