Revista Raça

Colunistas Destaque

Invenções africanas que mudaram o mundo(parte 3)

  • Autor: Carlos Machado

  • Publicado em: 05/04/2018

  • Comentários:

"Até que os leões contem a sua história, os contos de caça sempre glorificarão o caçador." Chinua Achebe (1930-2013)

  • Filosofia

A filosofia na África tem uma longa história que data do Egito pré-dinástico e continua com o nascimento do cristianismo e do islã. Uma das primeiras obras da filosofia política foram As Instruções de Ptah-Hotep que foram ensinadas a estudantes egípcios durante séculos. Filósofos egípcios antigos fizeram contribuições extremamente importantes para a filosofia grega, filosofia cristã e filosofia islâmica.

 

  • Comércio internacional

As evidências mostram que o comércio internacional foi desenvolvido pela primeira vez entre a África e a Ásia, e dentre esses contatos comerciais internacionais foram o intercâmbio de ideias e práticas culturais que lançaram as bases das primeiras civilizações do mundo antigo.

  • Arte


Os objetos de arte mais antigo do mundo - uma série de caracóis minúsculos, perfurados, com cerca de 75.000 anos de idade - foram descobertos em Blombos, uma caverna sul-africana, assim como o primeiro registro de abstração matemática humana que está neste pedaço de ocre.

 

  • Transporte

    Antigas pinturas rupestres em Tarssed Jebest na Argélia (mais de 7 mil anos atrás), mostram evidências da invenção da roda e da carroça, como estão registradas nessas pinturas em cavernas localizadas no deserto do Saara.

  • Escrita

O sistema de escrita mais famoso do continente africano é o antigo hieróglifo egípcio. É a primeira escrita do mundo. Desenvolveram mais tarde outras escritas como a hierática, demótica e copta. A escrita meroítica foi falada em Méroe e no Sudão. Era nativo do Reino de Kush (moderno Sudão).

O Antigo Núbio foi utilizado do século 8 ao 15.

O alfabeto Tifinagh ainda é usada ativamente em diferentes graus no comércio e formas modernizados para a escrita de línguas berberes (Tamazight, Tamashek, etc.) do Magreb, Saaara e regiões do Sahel.

A escrita Ge'ez foi desenvolvida no Chifre da África no século 8 a 9 a.C. para escrever a linguagem Ge'ez . É usada hoje na Etiópia e Eritréia para o Amárico, Tigrinia e várias outras línguas.

Nsibidi é um sistema de escrita no sudeste da Nigéria e composta de símbolos ideográficos e logográficos. Os símbolos são pelo menos vários séculos de idade: formas iniciais  foram encontradas na região de Calabar, datadas de 400 a 1400 d.C.

 

Carlos Machado/ Gyasi Kweisi

Historiador e Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo Professor da SME-PMSP, Autor do livro Ciência, Tecnologia e Inovação Africana e Afrodescendente. É ex-bolsista da Ford Foundation (USA), articulista e palestrante.

Comentários

Comentários