Ma’Khia Bryant de 16 anos é assassinada pela polícia nos EUA

O fato ocorreu minutos antes de Derek Chauvin ser condenado pelo assassinato de George Floyd. A morte da adolescente gerou mais uma noite de protestos contra a ação da polícia de Columbus, no estado de Ohio.

Ma’Khia Bryant foi morta a tiros porque tentou atacar uma outra pessoa com uma faca nos Estados Unidos. Uma hora depois Derek Chauvin foi condenado pelo assassinato de George Floyd.

A morte da menina de 16 anos, aconteceu nesta terça-feira em um contexto de manifestações contra o racismo e a violência policial no país, além das celebrações pela condenação de Chauvin.

Andrew Ginther, prefeito de Columbus, declarou que o assassinato de Ma’Khia Bryant é uma situação “horrível e de comoção” e “um dia trágico para a cidade”, mas defendeu o policial, que não teve o nome identificado, alegando que “atuou para proteger uma outra jovem de nossa comunidade”.

O chefe da polícia local, Michael Woods, declarou que  polícia recebeu uma ligação de emergência de uma pessoa que temia ser atacada com uma arma branca e optou por divulgar parte da gravação da câmera usada que registrou o momento da morte da adolescente, as imagens mostram os policiais chegando ao local onde acontece uma briga. Uma adolescente ataca outra com o que parece ser uma faca, tiros são ouvidos e a jovem cai no chão.

“Pensamos que era importante compartilhar com a comunidade, sermos transparentes sobre este incidente”, afirmou Woods.

Na gravação se pode ouvir um homem que grita imediatamente com o policial: “Você não precisava atirar nela! Ela é apenas uma criança, cara!”, e o agente responde: “Ela tinha uma faca”.

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search