‘Marighella’ pode estrear no Brasil no Dia da Consciência Negra, afirma diretor

hamallijunho 11, 20193 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2019/06/marig.jpg

Informação foi publicada por Kleber Mendonça Filho no Twitter, durante Festival de Cinema de Sydney

O filme Marighella, dirigido por Wagner Moura, pode estrear no Brasil no Dia da Consciência Negra, 20 de novembro. A informação foi divulgada pelo cineasta Kléber Mendonça Filho, que assistiu ao longa no Festival de Cinema de Sydney, na Austrália, no domingo, 9

“Multidão, com forte presença de brasileiros, no Festival de Cinema de Sydney, para ouvir Wagner Moura depois de sessão lotada (duas mil pessoas) de Marighella. Moura informou que o filme estreia em 20 de novembro no Brasil, via Paris Filmes. Público brasileiro precisa ver o mais rápido possível”, escreveu o diretor.

Apesar da informação, a Paris Filmes ainda não divulgou oficialmente a data de estreia do longa, que conta com Seu Jorge, Adriana Esteves, Bruno Gagliasso e Humberto Carrão no elenco.

O filme narra a história do guerrilheiro Carlos Marighella, que lutou contra a ditadura militar no Brasil entre 1964 e 1985.

Em entrevista ao The Daily Telegraph, Wagner Moura disse que está com receito de voltar ao Brasil por causa da repercussão polêmica do filme.

“Eu estava preparado para o filme polarizar as pessoas e para as críticas, mas não estava preparado para nossos distribuidores não terem coragem de lançar o filme”, afirmou.

No site oficial do Festival de Cinema de Sydney, existe uma descrição do filme. “Após sua estreia na Berlinale, Marighella foi duramente criticado no Brasil – inclusive pelo presidente Jair Bolsonaro – apesar do filme não ter sido lançado lá”.

Marighella já passou por alguns festivais pelo mundo, como em Berlim, na Alemanha.

Comentários

Comentários

hamalli

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários