Ministério lança guia sobre promoção da igualdade racial

redação redaçãodezembro 17, 20183 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2018/12/img_797x4482018_03_22_13_52_35_12965.jpg
Objetivo é colaborar com Estados e municípios na implementação de ações e obtenção de resultados

A Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), do Ministério dos Direitos Humanos (MDH) acaba de lançar o “Guia de Orientação para Criação e Implementação de Órgãos, Conselhos e Planos de Promoção da Igualdade Racial”.

A publicação orienta a criação de órgãos e conselhos de promoção da igualdade racial de Estados e municípios, ações de articulação e planejamento, o processo de mobilização dos diferentes setores envolvidos e as iniciativas para a criação, implementação, coordenação e execução da política de promoção da igualdade racial.

O guia também indica a elaboração do Plano de Promoção da Igualdade Racial – para o acompanhamento e desenvolvimento das políticas – e apresenta um glossário com termos referentes ao tema utilizados na administração pública, bem como uma lista de leis e normas correlatas.

Por resultados

O secretário nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo Júnior, explica que a partir da adesão de estados e municípios ao sistema, fortalece-se a atuação conjunta para a implementação de ações e resultados.

“Esperamos que esse guia auxilie gestoras e gestores de políticas de promoção da igualdade racial a fortalecerem sua atuação, dando um passo importante para a superação do racismo no país”, destaca o secretário.

A versão impressa da publicação será distribuída para os órgãos e conselhos de promoção da igualdade racial espalhados pelo Brasil. Mas qualquer cidadão pode fazer o dowload do documento neste link. https://bit.ly/2UGSZFI.

FONTE: ODestak

Comentários

Comentários

redação redação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários