Mostra de cinema discute raça e sexualidade em São Paulo e no Rio de Janeiro

Intitulada Bixaria Negra – O cinema de Marlon Riggs, a mostra acontece nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Na capital carioca, será apresentada no IMS Rio e no Galpão Bela Maré. Já em São Paulo, os filmes serão exibidos no IMS Paulista.

A mostra apresenta oito filmes, do cineasta, ativista e professor, Marlon Riggs (1957-1994)  incluindo longas, médias e curtas-metragens, dirigidos pelo intelectual negro, entre as décadas de 1980 e 1990, além de um documentário sobre sua vida e obra. Para enfatizar a potência e atualidade da produção do cineasta, a mostra exibirá, em diálogo, nove curtas-metragens brasileiros contemporâneos, realizados por jovens cineastas negres LGBTI+.

A programação também inclui debates sobre a obra do diretor, com a presença de Cornelius Moore, parceiro de criação e distribuidor dos filmes de Riggs, entre outras pessoas convidadas. Os bate-papos acontecem no IMS Rio, no IMS Paulista e no Galpão Bela Maré, onde haverá também uma performance das artistas Dominick di Calafrio, Preta QueenB Rull e Pantera, além de DJ sets da festa Mariwô, no dia 17 de junho. 

Segundo o curador da mostra, Bruno F. Duarte, “Riggs é antes de tudo um gênio. Um homem negro, homossexual, que viveu com HIV e foi um exímio narrador. O cineasta construiu uma filmografia inconfundível, celebrada por equilibrar-se entre pesquisas rigorosas e ousada experimentação estética. Sua biografia reúne muitos elementos para uma bela história de exceção extraordinária. Mas foi a busca pela experiência coletiva comum, impulsionada por uma urgência de comunicação com pessoas negras, que moveu seu fazer artístico.”

Marlon Riggs

Nascido no estado do Texas, no Sul dos EUA, em 1957, Riggs graduou-se em história na Universidade de Harvard e obteve o título de mestre em jornalismo na Universidade da Califórnia em Berkeley, onde iniciou sua trajetória no audiovisual. 

Entre 1981 e 1994, escreveu, produziu e dirigiu filmes que abordam questões de raça e sexualidade, marcados tanto por extensa pesquisa quanto pela experimentação de linguagem. 

Suas obras foram exibidas em festivais e mostras de cinema, onde obteve premiações importantes, mas também na TV pública, gerando inúmeros debates na sociedade americana. Em 1994, aos 37 anos, Riggs teve sua vida interrompida em decorrência do HIV/aids.

Mostra de filmes Bixaria Negra – O cinema de Marlon Riggs

Rio de Janeiro

IMS Rio

De 16 a 30 de junho

Rua Marquês de São Vicente, 476 — Gávea

Ingressos: R$ 10 (inteira) e 5 (meia)

Galpão Bela Maré

De 16 a 30 de junho

Rua Bittencourt Sampaio, 169. Maré

Entrada gratuita

São Paulo – IMS Paulista

De 22 a 29 de junho

Avenida Paulista, 2424

Ingressos: R$ 10 (inteira) e 5 (meia)

Os ingressos das sessões do IMS Rio e IMS Paulista podem ser adquiridos no site ingresso.com e na bilheteria dos centros culturais, para sessões do mesmo dia.

Comentários

Comentários

About Author /

Jornalista, produtora de conteúdo, defensora dos direitos humanos e promotora da equidade de gênero e raça. Escreve sobre identidade e autoestima para a revista impressa e sobre livros e filmes para o site.

Start typing and press Enter to search

Open chat
Preciso de Ajuda
Olá 👋
Podemos te ajudar?