O Museu Afro Brasil recebe exposição Cartografia do Poder aos Itinerários do Saber na Oca

 

Texto: Redação | Foto: Divulgação

Museu Afro Brasil recebe exposição na Oca | Foto: Divulgação

Museu Afro Brasil recebe exposição na Oca | Foto: Divulgação

Em comemoração aos seus 10 anos, o Museu Afro Brasil leva à Oca a exposiçãoDa Cartografia do Poder aos Itinerários do Saber”. Lunetas, mapas, documentos e outras peças fazem parte do acervo da centenária Faculdade de Ciências de Coimbra, parceira do evento. O objetivo da exposição, segundo o Museu, é a reflexão sobre a construção do conhecimento científico português em relação aos povos e territórios do além-mar, principalmente na África e no Brasil.

A exposição foi apresentada em Portugal e agora, chega em versão ampliada pelo Museu Afro Brasil, que incorporou objetos valiosos sobre a história de Angola e artistas contemporâneos brasileiros. Embora os laços históricos entre Portugal e Brasil sejam conhecidos, o grande público geralmente desconhece o interesse científico que Portugal, a Metrópole, sustentou em relação às suas colônias, como o Brasil e Angola.

A produção contemporânea tem diversas origens, pois foram selecionados criadores brasileiros, europeus e africanos, como Guilherme Mampuya, Joan Fontcuberta e Yonamine, que reinterpretam toda essa documentação por meio de propostas que incluem a produção etnográfica contemporânea e a iconografia colonial.

 

Quer ver esta e outras colunas e matérias da revista? Compre esta edição número 188

Comentários

Comentários