Saiba qual é a ligação do Norte da África com o Oriente Médio

 

Texto: Oswaldo Faustino | Foto: Shutterstock | Adaptação web Sara Loup 

 

Norte da África e Oriente Médio | Foto: Shutterstock

Norte da África e Oriente Médio | Foto: Shutterstock

Eu nunca me canso de ler o blog Meu Lote, do nosso querido Nei Lopes (www.neilopes.blogger.com.br). E foi lá que, mais uma vez, pude esclarecer as dúvidas resultantes do noticiário sobre a queda de Hosny Mubarak, no Egito, apontado como um país árabe, do Oriente Médio, quando todos sabemos que esse é um país norte-africano.

Num texto repleto de citações, Nei nos explica: “...antes de Maomé, o Egito era um país indiscutivelmente africano, pois localizado na África; e um país multiétnico, com profundas raízes afro negras. Durante toda a Antigüidade, o Egito de hoje foi uma perfeita encruzilhada entre o Mediterrâneo, a Ásia Menor, o Saara e a África profunda, sendo território por onde passaram e onde se fixaram seres humanos de diversas procedências e aparências.

Entretanto, já antes de Heródoto, que afirmou a etnicidade africana dos egípcios que conheceu, Aristóteles em seu livro Physiognomonic, citado em Asante & Abarry, escrevia: ‘Os que são excessivamente negros são covardes, e isto se aplica aos egípcios e etíopes’.”

“Por que e como, então, se construiu essa visão de um Egito ‘oriental’, não africano?”

Segundo Martin Bernal, o racismo europeu do século XIX sustentava que o negro era biologicamente incapaz de civilização. Então, com relação ao Egito, incomodamente colocado no continente africano, só cabia adotar as seguintes alternativas: ou negar que muitos dentre os egípcios fossem negros; ou negar que eles tivessem de fato construído uma civilização; ou, então, lançar dúvida sobre ambas as proposições.”

O texto que é riquíssimo e vale a pena ser lido na íntegra, foi extraído, segundo Nei Lopes, de seu Dicionário da Antiguidade Africana, que deverá ser lançado em breve pela editora Civilização Brasileira. Mais uma obra a enriquecer a biblioteca indispensável para o cumprimento das leis federais10.639/03 e 11.645/08.

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 152

Comentários

Comentários