Revista Raça

Especiais

O PAGODE DO GRUPO OS DE PAULA

  • Autor: redação redação

  • Publicado em: 16/10/2016

  • Comentários:

Saiba mais sobre os meninos do grupo Os de Paula, filhos do músico Netinho de Paula

 

TEXTO: Daniel Keny | FOTO: Divulgação | Adaptação web: David Pereira

Os de Paula | FOTO: Divulgação
Os de Paula | FOTO: Divulgação

Nos anos 1990, o pagode viveu um momento muito especial com o sucesso de grupos como Negritude Júnior, Só Pra Contrariar, Raça Negra, Exaltasamba, Katinguelê, entre muitos outros. Quem acompanhou essa época e era fã do pagode romântico, nome atribuído ao estilo que agrupou esses artistas, até hoje sabe cantar as músicas, que viraram hinos e marcaram uma geração.

Enfim, o tempo passou. Alguns grupos acabaram, outros mudaram e perderam a identidade. Hoje, uma nova geração de cantores ocupa o espaço que a mídia abre ao pagode, um dos ritmos mais adorados do nosso país. Desta geração fazem parte Os de Paula, grupo formado por Levi, Dudu e Dika, filhos de Netinho de Paula, ex-líder do Negritude Júnior. Apesar de ainda estarem ligados à imagem do pai, os garotos não encaram o vínculo de forma negativa. “Existe uma cobrança, mas é natural e essencial pro nosso trabalho. É difícil se desvincular da imagem do nosso pai, e a gente nem quer, respeitamos e somos fãs dele. Foi por isso que decidimos montar o grupo, tendo ele como exemplo dentro de casa. As comparações vão sempre existir, o que a gente faz é convidar as pessoas para irem ao nosso show para que possam nos ouvir e tirar as próprias conclusões”, diz Levi, principal compositor e porta-voz do grupo.

O trio pode ser encaixado na categoria pagode, mas a verdade é que o som destes meninos não deveria ser rotulado, já que fazem uma mistura interessante de samba, R&B e funk americano. Após dois CDs lançados e mudanças na formação, eles parecem ter finalmente encontrado o equilíbrio que precisavam para atingir o grande sonho. “A gente quer atingir o maior patamar da música. Estamos nos preparando pra isso, temos uma equipe que acredita no projeto e temos em comum essa vontade de chegar muito longe e de mostrar para todos o trabalho d’Os de Paula”, afirma Dudu.

Acima dos objetivos profissionais, os irmãos de Paula são grandes parceiros. Os valores familiares vêm, segundo eles próprios, da criação afetuosa de Netinho. “Nós somos filhos de mães diferentes, mas nossa relação sempre foi muito boa, porque meu pai sempre priorizou a família. Desde pequenos a gente ficava junto nos finais de semana”, relembra Levi. Ainda é cedo para dizer até onde Os de Paula vão chegar, mas é certo que eles têm talento e carisma para conquistar cada vez mais fãs e respeito no meio artístico.

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 183.

Comentários

Comentários