Home Capa Prefeitura abre vagas no Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência contra...

Prefeitura abre vagas no Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência contra Mulher para o carnaval

Oportunidades são para agentes de operação. Inscrições devem ser realizadas na segunda-feira (4) e terça (5), das 8h às 17h. Vagas serão divididas em dois turnos.

A Prefeitura de Salvador abriu inscrições para um processo seletivo voltado para servidores estatutários do município que desejam atuar como agentes de operação no Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência contra Mulher, durante o carnaval.

Segundo o órgão, serão 90 vagas, divididas em três funções da operação, com foco na discriminação racial, LGBT e violência contra as mulheres. Serão 30 vagas disponíveis no horário de 13h às 21h, e 60 no horário de 16h às 24h.

Os interessados nas vagas com os direcionamentos racial ou LGBT precisam comparecer no Observatório Permanente da Discriminação Racial e LGBT, localizado na Rua Carlos Gomes, no centro de Salvador. As inscrições devem ser realizadas na segunda-feira (4) e terça-feira (5), das 8h às 17h. Os interessados também podem se inscrever pelo telefone 3202-2701.

Já para atuar em defesa das mulheres, a inscrição deve ser feita na Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), localizada na Avenida Joana Angélica, no bairro de Nazaré. Nas mesmas datas e horários.

Os candidatos às vagas devem se dirigir aos locais de inscrição com o currículo; cópia de RG, CPF e crachá ou documento onde conste o número de matrícula do servidor. Experiência em trabalhos em carnavais, certificados de atividades, cursos ou eventos sobre as temáticas que abordem racismo, discriminação racial, sexismo, relações de gênero, violência contra mulher, orientação sexual, identidade de gênero ou violência contra a comunidade LGBT são diferenciais.

Os servidores pré-selecionados, a partir da análise de documentação, terão os nomes divulgados no Diário Oficial do Município (DOM) até o dia 11 de fevereiro, quando serão convocados para as entrevistas presenciais. Os selecionados devem levar as originais de toda a documentação entregue na inscrição do processo seletivo.

As entrevistas presenciais estão previstas para ocorrer de 12 a 14 de fevereiro, das 8h às 17h, no Observatório Permanente Racial e LGBT, para os inscritos com direcionamentos raciais ou LGBT, e no mesmo período e horário, porém na sede da SPMJ, para as vagas direcionadas à proteção das mulheres.

O resultado final da seleção será publicado no DOM, até o dia 18 de fevereiro, quando os selecionados serão convocados para uma capacitação, prevista para ser realizada dos dias 20 a 22 de fevereiro, no turno da tarde, em local a ser informado posteriormente.

Fonte: G1

Comentários

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here