Nilma Gomes é a primeira mulher negra a tomar posse da reitoria de uma universidade federal brasileira

 

Texto: Redação | Foto: Divulgação 

Nilma Gomes | Foto: Divulgação

Nilma Gomes | Foto: Divulgação

A pedagoga Nilma Lino Gomes tomou posse como reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), tornando-se assim a primeira mulher negra a ser empossada no cargo de reitor de uma universidade federal brasileira. Em abril, ela assumiu o cargo deixado pelo novo secretário da educação superior do MEC, Paulo Speller.Com sede em Redenção, Ceará, a Unilab propõe fomentar recursos humanos para a integração entre o Brasil e os demais países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), especialmente os países africanos.

De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a universidade pretende trazer a cultura, a história da África, a música, a arte a ciência para os brasileiros. Nilma Lino Gomes é graduada em pedagogia e mestre em educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), fez doutorado em ciências sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutorado em sociologia pela Universidade de Coimbra, em Portugal.

 

Quer ver esta e outras colunas e matérias da revista? Compre esta edição número 151

Comentários

Comentários