Raça Indica

Trans Corpo Ético: poesia erótica trans preta, de Tiely 

Trans Corpo Ético

O primeiro livro de Tiely, publicado, é intenso e necessário. Essas foram as  duas primeiras palavras que vieram à minha mente quando terminei de lê-lo. Ele já publicou no “Cadernos Negros”, em outras coletâneas e outros projetos coletivos, mas esse talvez esteja inaugurando um passo importante na vida desse autor, que também é multiartista e que eu tive o privilégio de conhecer no final dos ano 90, nas rodas de hip hop na cidade de São Paulo. 

Assim como muitos autores negros, dedica o livro à família e a “[…] todes, todas e todos que sempre estiveram comigo e acreditaram na minha caminhada”. Para um homem trans, negro, da periferia, sem dúvida essa dedicatória tem um peso a mais. 

Publicado em 2021 pela Ciclo Contínuo Editorial, o livro, que tem apresentação e prefácio de Tanya L. Saunders e Erica Malunguinho, respectivamente, revela mais de 30 poesias, muito bem colocadas e com fotos e imagens que conferem mais dramaticidade para a obra. Aliás, tenho percebido isso nos últimos livros de poesia – o projeto gráfico tem sido um capítulo à parte.  

Sempre que indico um livro de poesia, sugiro a leitura preguiçosa com idas e vindas, conforme o humor do dia. Mas esse não. Vale ler de uma vez só, talvez em uma tarde de domingo, com ou sem companhia. É uma explosão e intensidade, que te leva ao deleite, à alegria e também à reflexão. 

Todas as poesias são surpreendentes, mas destaco Relógio Corpóreo, “Transição e Libido”. 

“[…] nesse corpo que afogo com meus beijos
TRANSformo em horas 

segundo de desejo”.

Trecho do poema Relógio Corpóreo. 

O livro pode ser encontrado nas principais livrarias e no site da H2M Produtora. Vale também dar uma passadinha no instagram do autor (https://www.instagram.com/tielyqueen/

Mundo da Rua Podcast

Acompanhe também as sugestões de livros produzidos por pessoas negras, para pessoas negras e sobre pessoas negras, da nossa colunista Rachel Quintiliano, no podcast Mundo da Rua. No último episódio ela fala do livro Águas da Cabaça, de Elizandra Souza. 

Comentários

Comentários

About Author /

Jornalista, pós-graduada em comunicação e saúde, produtora de conteúdo, defensora dos direitos humanos e promotora da equidade de gênero e raça. Escreve sobre beleza, identidade, autoestima, livros e filmes. É também idealizadora do Mundo da Rua Podcast.

Start typing and press Enter to search