Trump e assassino de ativistas em protesto antirracista se encontram

Kyle Rittenhouse foi absolvido em julgamento no dia 19 de novembro

Na última terça-feira, a Fox News divulgou que o ex-presidente Donald Trump e Kyle Rittenhouse, jovem branco acusado de assassinar duas pessoas durante protestos antirracistas que ocorreram em 2020 nos Estados Unidos, se encontraram no resort do republicano, localizado na Flórida.

Considerado inocente das cinco acusações levantadas contra ele, Rittenhouse matou a tiros dois ativistas do movimento Black Lives Metter e feriu uma outra pessoa durante o protesto em Kenosha. Os cinco jurados reconheceram que o réu agiu em “legítima defesa” quando baleou os três homens com um rifle AR-15 que levava enquanto caminhava ao lado de uma milícia armada.

Trump parabenizou o rapaz de 18 anos pela absolvição: “Parabéns Kyle Rittenhouse por ser inocentado de todas as acusações”. Em entrevista para a Fox News, Donald Trump disse que Kyle Rittenhouse é um “bom garoto”. “Ele é um bom garoto. Acabou de sair de Mar-a-Lago (resort de luxo de Trump) há pouco tempo e nunca deveria ter passado por isso.”

A absolvição de Kyle causou uma série de protestos em diversas cidades americanas, como Portland, Chicago, Nova York e Columbus.

Na quarta-feira, Donald Trump Jr, filho mais velho do ex-presidente americano, postou em suas redes sociais, uma foto do encontro entre o pai e Rittenhouse com a legenda “GOATs”, acrônimo para “Greatest of all times” ou “maior de todos os tempos”, na tradução para o português.

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search