Conheça o livro Educação nos terreiros, que explica como as crianças do candomblé são tratadas nas escolas

 

Texto: Redação | Foto: Divulgação

Educação nos terreiros | Foto: Divulgação

Educação nos terreiros | Foto: Divulgação

 

Esta obra é resultado de quase 20 anos de pesquisa, tempo em que a autora Stela Guedes Caputo viu crianças de candomblé crescendo e aprendendo o amor ao culto e à cultura de seus ancestrais.

Na escola, porém, essas mesmas crianças escondiam sua fé, sentindo-se discriminadas, numa lógica de discriminação religiosa e racial. O livro, Pallas Editora e Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), é de grande importância a todos que se interessam pela questão da diversidade e, principalmente, lutam contra o preconceito em relação às religiões de matrizes africanas.

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 165

Comentários

Comentários