Revista Raça

Capa

Negro e morador de favela têm mais medo da polícia no Rio de Janeiro, diz Datafolha

  • Autor: hamalli

  • Publicado em: 03/04/2018

  • Comentários:

Enquanto o medo de tiroteios ou balas perdidas é generalizado no Rio, o temor da polícia e de acusações injustas variaconforme a cor da pele ou o local onde a pessoa vive na capital fluminense.

Segundo pesquisa Datafolha realizada há cerca de dez dias na cidade, o receio de ser vítima de violência da Polícia Militar é o que mais separa moradores de favelas (78% têm medo disso) e de outras regiões do Rio (66%).

Também é bastante diferente entre brancos (66%) e negros (73%). A discrepância só não é maior do que os 14 pontos percentuais que afastam os dois grupos quanto ao medo de ter filhos presos injustamente: 81% dos pardos ante 67% dos brancos. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.

O receio de ser acusado de um crime é outro que é mais comum entre negros e moradores de comunidades. Em uma escala de zero a dez —zero é nenhuma chance de acontecer e dez é muita chance — a média citada pela população das favelas é de 4,3 (contra 3,1) e de 3,8 entre os negros (contra 3,1 dos brancos).

 

 

Comentários

Comentários