Com o apoio da Petrobras e da Fundação Cultural Palmares o Teatro Rival realiza a entrega do 2º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras

 

Texto: Redação | Foto: Divulgação | Adaptação web Sara Loup

2º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras | Foto: Divulgação

2º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras | Foto: Divulgação

 

O Teatro Rival, no Rio de Janeiro, foi o cenário da entrega do 2º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras, uma iniciativa do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves (Cadon), com apoio institucional da Fundação Cultural Palmares e patrocínio da Petrobras. A cerimônia foi conduzida pelos atores Zezé Motta e Antonio Pompêo.

A 2ª edição do prêmio contemplou, por meio de edital, um total de 20 projetos. Cerca de 1 milhão de reais será utilizado na montagem e execução das produções, cinco nas áreas de teatro, nos estados de Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará e Rio Grande do Sul; cinco na área de dança, em Tocantins, Piauí, Minas Gerais, Goiás e Santa Catarina; e 10 na área de artes visuais, em Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Tocantins e Rio de Janeiro. No encerramento da festa de premiação, o cantor carioca Mombaça apresentou um show dançante e bastante animado.

 

Quer ver esta e outras colunas e matérias da revista? Compre esta edição número 167

Comentários

Comentários