O projeto "Editorial de Flores" visa enaltecer a beleza dos cabelos crespos. Saiba mais

 

TEXTO: Tainá Almeida | FOTOS: Augusto Baptista | Adaptação web: David Pereira

A beleza dos cabelos crespos | Modelo: Fabíola Oliveira | FOTO: Augusto Baptista

A beleza dos cabelos crespos | Modelo: Fabíola Oliveira | FOTO: Augusto Baptista

O Editorial de Flores é um projeto idealizado pela coordenadora do Grupo de Trabalho Moda e Beleza do Meninas de Black Power, Ingrid da Matta, para desconstruir a ideia de uma tabela classificatória de tipos de cabelo e sobretudo mostrar a beleza dos fios crespos naturais.

Para que este projeto tomasse corpo, o Ateliê Colares D’Odarah foi cedido para a realização do ensaio fotográfico, dirigido por Emanuele Sanuto e fotografado por Augusto Baptista. Os modelos Jessyca Liris, Fabíola Oliveira, Natália Regina, Ingrid da Matta, Jaciana Melquíades, Leandro Melquíades, Matias Melquíades e Ray Benthroldo foram maquiados por Danny Soares e contaram com a produção de penteados de Fabíola Oliveira.

Os cabelos crespos naturais são colocados de forma desprivilegiada nas classificações existentes. Visando horizontalizar essa avaliação de maneira que não se enalteça apenas um tipo de fio, enquanto os outros ficam em posição inferior, a nova classificação relaciona os cabelos crespos com famílias de flores. Historicamente, este tipo de fio é tido como “duro”, sem vida e não é comparado com objetos bonitos. Sempre foi inferiorizado e chacoteado. A nova associação visa colocar em um mesmo patamar todos os tipos de cabelo.

Natália Regina utilizou a rosa, flor que aprecia clima ameno e necessita de regas e podas com regularidade | FOTO: Augusto Baptista

Natália Regina utilizou a rosa, flor que aprecia clima ameno e necessita de regas e podas com regularidade | FOTO: Augusto Baptista

As flores foram escolhidas para fazerem parte desta tabela pela delicadeza e pela beleza, atributos facilmente encontrados nos fios de cabelo crespo natural. Ao contrário do que se pensa, este tipo de fio é muito fino e delicado, e quando exposto a condições como frio ou calor prolongado, até mesmo o vento ou ar condicionado, pode ser danificado – danos que podem acontecer nas delicadas flores. Umas precisam de muita água, outras precisam ficar à sombra, existem as que precisam de sol e cada espécie tem a sua especificidade.

Com os cabelos, a mesma coisa. Ao analisarmos os fios, podemos perceber uma grande variedade de tamanhos, texturas, necessidades. Ao compreender que o crespo precisa de determinados cuidados e utilizar-se da tabela para encontrar os produtos, além da forma de manuseio adequada e os cuidados específicos, o dono desse tipo de fio terá cabelos mais saudáveis.

 
Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 183.

Comentários

Comentários