Saiba um pouco sobre a carreira do cantor Emílio Santiago

 

TEXTO: Daniel Keny e Fernanda Alcântara | FOTO: Divulgação | Adaptação web: David Pereira

O cantor Emílio Santiago | FOTO: Divulgação

O cantor Emílio Santiago | FOTO: Divulgação

No dia 20 de março, o cantor Emílio Santiago faleceu no Hospital Samaritano, Rio de Janeiro, em decorrência de um acidente vascular cerebral isquêmico (AVC), sofrido em 7 de março de 2013. Nascido no Rio de Janeiro em 6 de dezembro de 1946, Emílio Santiago era formado em Direito, mas com o incentivo de amigos, participou de festivais e concursos musicais, chegando a se apresentar no programa “A Grande Chance”, de Flávio Cavalcanti. Iniciou a carreira profissional na década de 70 e gravou grandes sucessos como “Saigon”, “Lembra de mim” e “Verdade chinesa”. O sucesso chegou em 1988, ao lançar o disco “Aquarela brasileira”, primeira parte de um projeto de sete volumes dedicados exclusivamente à música brasileira. A série de gravações ganhou uma versão ao vivo, “O melhor das aquarelas ao vivo”, em 2005.
A voz marcante, que embalava de baladas a sambas cheios de suingue, conquistou críticos e fãs em todo Brasil. O último disco do cantor foi “Só Danço Samba (Ao Vivo)”, lançado em 2012, junto com um DVD. Sua última aparição ao vivo foi no programa “Encontro com Fátima Bernardes”, no dia 4 de março, onde cantou um deseus maiores sucessos, “Saigon”.
Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 185.

Comentários

Comentários