Conheça a cultura do povo Massai

 

Texto: Redação | Foto: Shutterstock | Adaptação web Sara Loup

A cultura do povo Massai | Foto: Shutterstock

A cultura do povo Massai | Foto: Shutterstock

 

Os Massai, famosos como pastores e guerreiros, vivem nas planícies da África Oriental. Preservam seus costumes, e estão entre os grupos étnicos mais conhecidos da África, preservando muitas de suas tradições culturais. Em 1994, a população Massai no Quênia estava estimada em 453.000 e em 1993, a população Massai da Tanzânia estava estimada em 430.000, tendo uma estimativa de população Massai total de 883.000. As estimativas das populações Massai em ambos os países é complicada devido sua natureza nômade e a eles serem o único grupo étnico autorizado a viajar livremente pelas fronteiras entre o Quênia e a Tanzânia.

A cultura deste povo tem provocado muita discussão. Muitos consideram o seu modo de viver uma ameaça ao meio ambiente, visto que seus rebanhos dividem o pasto e a água com os animais selvagens. Este ponto de vista fez com que os Massais fossem expulsos do Parque Nacional do Serengueti e da reserva Mkomazi. Outros afirmam que os Massais conviveram em equilíbrio por séculos com os animais selvagens e que qualquer projeto de preservação da fauna e flora deve priorizar as tribos indígenas.

A vida deles gira em torno do gado, que prove a base da sua dieta: leite com sangue. É uma sociedade patriarcal em que o homem pode ter quantas mulheres conseguir sustentar. Suas vidas são marcadas pela passagem de diversos rituais, sendo o mais importante o da circuncisão, quando o garoto passa a ser considerado um homem. As meninas também vivenciam um ritual semelhante, em que seu clitóris é “retirado”, para serem consideradas mulheres.

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 155

Comentários

Comentários