APRENDA A PREPARAR O AVOCADO DIP DE MADAGASCAR

Redatoroutubro 20, 20163 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2016/10/RECEITA_DE_MADAGASCAR.jpg

Veja o passo a passo do Avocado Dip de Madagascar

 

Texto: Renato Bazan e dudu Ramos  | Foto: Fabrizio Pepe | Adaptação web Sara Loup

 

Avocado Dip de Madagascar  |  Foto: Shutterstock
Avocado Dip de Madagascar | Foto: Shutterstock

Avocado Dip de Madagascar é uma representação icônica de sua terra-natal: apenas vegetais e peixes, cortados e dispostos de forma simples, agregando-se num prato com gosto exótico, que transita entre o doce e o salgado misteriosamente. Avocado Dip é um molho que serve de ilustração para a dualidade da ilha de Madagascar, que carrega o contraste entre deserto e selva, abundância e escassez.

Veja agora como preparar:

 

Ingredientes

2 Avocados(ou 1 Abacate-Manteiga médio)

50g de Anchovas (ou 1 lata de Sardinha)

¼ Pimentão Vermelho/Amarelo

½ Cebola pequena

½ dente de Alho

1 Limão

 

Modo de preparo: Separe as anchovas (ou a sardinha) de suas espinhas com cuidado e amasse-as até ficarem desfiadas. Em um recipiente pequeno,corte o limão e esprema seu suco, tomando cuidado para não deixar cair qualquer semente. Pique o pimentão vermelho até que fique em pedaços bem pequenos, rale acebola e o alho.

Em outro recipiente, corte o abacate em pedaços e os amasse,mas não até que fique totalmente pastoso, alguns fragmentos sólidos darão um toque especial ao molho. Misture então as anchovas com o abacate,e acrescente a cebola, o alho e o pimentão. Mexa bem a mistura, acrescentando o suco de limão cautelosamente, até que o molho atinja a acidez desejada. Ainda misturando,tempere com o azeite, pimenta e o sal.

 

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 190

Comentários

Comentários

Redator

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários