Veja alguns exemplos de grandes executivos negros nos Estados Unidos

 

TEXTO: Bruno Braga | FOTO: Divulgação | Adaptação web: David Pereira

O executivo Herman Cain | FOTO: Divulgação

O executivo Herman Cain | FOTO: Divulgação

A existência de executivos negros em grandes empresas americanas é mais comum quando comparada com a realidade brasileira. Condoleeza Rice (Exxon Mobil), Ursula Burns (Xerox), Richard Dean Parson (CitiGroup e Time Warner) são alguns executivos negros que comandaram e comandam empresas que possuem valor de mercado maior do que PIBs (Produto Interno Bruto) de muitos países. Mais recentemente, um nome vem chamando a atenção no cenário político americano, justamente pelo seu passado de executivo bem-sucedido.

Herman Cain (foto acima) ganhou notoriedade no cenário empresarial americano por ter tornado a rede Godfather’s Pizza altamente lucrativa. “Nos Estados Unidos, apesar do inegável racismo persistente naquela sociedade, já está sedimentada a ideia de que adversidade, juntamente com o mérito, é saudável. No Brasil, isso ainda não é perceptível por parte das grandes empresas”, explica a socióloga Raquel Medeiros, da Universidade Federal Fluminense.

Quer ver esta e outras matérias da revista? Compre esta edição número 161.

Comentários

Comentários