1ª Conferência Nacional de Direitos Humanos recebe Dilma Rousseff

 

Texto: Redação | Foto: Divulgação 

 

Fórum Mundial de Direitos Humanos | Foto: Divulgação

Fórum Mundial de Direitos Humanos | Foto: Divulgação

A criação do Sistema Nacional de Combate à Tortura e a convocação da 1ª Conferência Nacional de Direitos Humanos, em 2015, foram os principais resultados do Fórum Mundial de Direitos Humanos (FMDH), segundo a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário. De acordo com ela, a ampla participação da sociedade civil, de instituições de defesa dos direitos humanos e do governo foi outro destaque do encontro, que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff assinando o documento de criação do sistema.

Em sua fala, Dilma afirmou que o Estado brasileiro não aceita nem aceitará práticas de tortura contra os cidadãos. Participaram quase 10 mil pessoas de 74 países e 700 instituições nacionais e internacionais. Foram conduzidas cerca de 400 atividades temáticas sobre diversas questões relacionadas aos direitos humanos, ações culturais, debates temáticos, conferências, além de feiras literárias e de economia solidária. Destaque para a exposição de cartuns “30 anos de Igualdade Racial”, assinada por Mauricio Pestana, diretor executivo da Raça Brasil.

 

Quer ver esta e outras colunas e matérias da revista? Compre esta edição número 186

Comentários

Comentários