Google e Fundo Baobá destinam R$ 1,2 milhão à ONGs para programas de combate ao racismo

Uma lista foi divulgada no dia 10 de setembro com os nomes de doze Organizações Não Governamentais negras que serão contempladas com um valor de R$ 100 mil para financiar seus projetos

O Fundo Baobá de Equidade Racial divulgou no dia 10 de novembro, uma lista das doze ONGs negras que serão beneficiadas com R$ 100 mil para que possam executar projetos de combate ao racismo. As Organizações Não Governamentais estavam inscritas no edital Vidas Negras: Dignidade e Justiça, lançado no mês de maio de 2021 com apoio do Google.org.

Os projetos enviados para o edital continham propostas para combater a violência racial e incorreções verificadas dentro do sistema de Justiça Criminal do Brasil. O edital estabeleceu algumas prerrogativas que deveriam estar alinhadas aos eixos pré-determinados que tenham relação à construção das soluções para questões mais urgentes para a população negra brasileira.

Entre os eixos estabelecidos pelo edital Vidas Negras: Dignidade e Justiça, estão: O enfrentamento à violência racial sistêmica; a proteção comunitária e a promoção da equidade racial; o enfrentamento ao encarceramento em massa entre adultos e jovens negros e a redução da idade penal para adolescentes; e as politicas de reparação para vítimas sobreviventes de injustiças criminais com viés racista compunham o rol de temas disponíveis.

Além do aporte financeiro, as ONGs receberão suporte técnico para fortalecer o trabalho institucional, além de uma sequência de ações formativas e programas de capacitação para colaborar com o trabalho das lideranças, oferecendo ferramentas de planejamento, gestão, monitoramento e avaliação de projetos, captação de recursos e demais instrumentos para estruturação interna.

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search