Saiba mais sobre os incríveis feitos do atleta negro Jesse Owens

 

TEXTO: Redação | Adaptação web: David Pereira

Jesse Owens, atleta negro que conquistou 4 medalhas de ouro na frente de Hitler

Jesse Owens, atleta negro que conquistou 4 medalhas de ouro na frente de Hitler

Há pouco mais de cem anos, nascia o mito do atletismo Jesse Owens. Neto de escravos, o norte-americano ganhou quatro ouros na Olimpíada de 1936 e entrou para a história como o homem que desafiou Adolf Hitler derrubando a tese do arianismo.

Jesse Owens nasceu numa pequena casa de madeira de Oakville, cidade do Estado do Alabama, e era o sétimo dos dez filhos do casal Henry e Mary Emma Owens.

Owens chegou ao ápice da fama nas Olímpiadas na Alemanha, com a história de que Adolf Hitler teria ficado inconformado com a conquista de quatro medalhas de ouro por um negro. O Führer havia sido convencido a realizar a Olimpíada para alavancar a propaganda do nazismo e a doutrina da supremacia da raça ariana, mas seu discurso racista acabou desmentido pelo desempenho de Owens. Ao retornar aos Estados Unidos, o atleta pode comprovar que a Alemanha não era o único país onde enfrentaria problemas pela cor de sua pele. Embora Owens tenha ganho 4 medalhas, ele nunca foi chamado à Casa Branca e tampouco recebeu os cumprimentos do então presidente, Franklin Roosevelt.

Em uma entrevista concedida ao jornal O Estado de S. Paulo durante os Jogos Olímpicos de Melbourne, em 1956, Owens chegou a falar sobre o racismo nos Estados Unidos. “Depois de todas aquelas histórias sobre Hitler e como ele me esnobou, voltei para meu país, um lugar onde não podia sentar na parte da frente de um ônibus”. Seu falecimento aconteceu no dia 31 de março de 1980, aos 66 anos, em Tucson, no Arizona.

Quer ver essa e outras matérias da revista? Compre esta edição número 183.

Comentários

Comentários